Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    106,06
    +0,30 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.807,30
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    18.772,20
    -1.510,58 (-7,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,82
    -26,65 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.501,75
    -27,75 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5056
    +0,0950 (+1,76%)
     

Hong Kong é local mais caro do mundo; xícara de café custa R$ 30

Hong Kong é a cidade mais cara do mundo; xícara de café custa R$ 30. Foto: Getty Images.
Hong Kong é a cidade mais cara do mundo; xícara de café custa R$ 30. Foto: Getty Images.
  • Hong Kong tem o custo de vida mais caro do mundo para estrangeiros, segundo levantamento recente;

  • Em Hong Kong, valores chegam a US$ 5,21 por uma xícara de café e 2,26 libras por litro de combustível;

  • Logo atrás estão as cidades de Nova York, Genebra, Londres e Tóquio.

O brasileiro entende bem sobre custo de vida caro. Mas quando se fala dos gastos para viver no exterior, nada bate o território de Hong Kong, de acordo com levantamento divulgado na última terça-feira (7) pela empresa de mobilidade, dados e serviços de software ECA International.

Atrás da região chinesa estão as cidades de Nova York, nos Estados Unidos, Genebra, na Suíça, Londres, no Reino Unido, e Tóquio, no Japão.

Leia também:

Nova York e Londres também ficam em evidência por causa de aumentos significativos no custo de vida, gerados em grande parte pela elevação do aluguel. Em comparação a 2021, a primeira cidade teve um aumento de 20%, enquanto a segunda subiu 12%.

Já os preços da gasolina e óleo de cozinha subiram expressivamente entre outros itens e serviços consumidos diariamente.

Em Hong Kong, valores chegam a US$ 5,21, o equivalente a R$ 25,98 na cotação atual, por uma xícara de café, US$ 11,51, ou R$ 57,40, por quilo de tomate, US$ 5,83, ou R$ 29,08, pelo litro de óleo de cozinha e US$ 4,39, ou R$ 21,89, por litro de leite.

Na região, também se paga o litro mais caro de combustível, que custa por volta de 2,26 libras, o equivalente a R$ 13,88 na cotação atual.

*As informações são do Jornal Folha de S. Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos