Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.210,64
    +2.106,08 (+4,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Hong Kong deve reabrir fronteiras, diz especialista sobre Covid

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- Hong Kong deveria reabrir suas fronteiras para o resto do mundo, segundo um importante epidemiologista local.

Most Read from Bloomberg

“Precisamos reabrir a fronteira com o continente o mais rápido possível”, disse Benjamin Cowling, professor de epidemiologia da Universidade de Hong Kong, à Bloomberg Television nesta segunda-feira. “Se talvez não haja uma maneira fácil de fazer isso, então acho que talvez seja hora de começar a olhar para outra direção.”

O centro financeiro asiático mantém discussões com as autoridades da China para retomar viagens sem necessidade de quarentena entre os dois. O foco das tratativas é se Hong Kong pode adotar um sistema de código de saúde semelhante ao da China para classificar o risco dos residentes de contrair Covid, segundo a mídia local. Viagens limitadas poderiam ocorrer já no final deste ano, de acordo com o parlamentar Michael Tien, deputado de Hong Kong do Congresso Nacional do Povo da China.

Mas Cowling disse que um acordo de bolha com o continente pode ser frágil, em parte porque Hong Kong pode não estar pronto para interromper uma transmissão da variante delta. As autoridades chinesas estão trabalhando atualmente para conter seu próprio surto alimentado pela cepa, que está conseguindo contornar até mesmo os métodos cada vez mais agressivos de contenção da China.

“Veja Singapura, Austrália, Nova Zelândia -- todos eles tiveram problemas para frear a delta”, disse Cowling. “Não temos as mesmas ferramentas à disposição do que na China continental.”

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos