Mercado fechado

Honda CR-V 2020 estreia com mudança visual e versão híbrida

feedback@motor1.com (Simon Gomez)
Honda CR-V 2020

O SUV médio da Honda agora tem opção eletrificada, como o rival RAV4

A Honda apresenta a linha 2020 do CR-V nos EUA, seu carro mais popular naquele mercado. Trata-se da mudança de meio de ciclo do SUV, que é vendido no Brasil em versão única de motorização e equipamentos

A mudança visual é discreta, com a grade adotando tom preto em vez de cromado (como no Civic norte-americano) e uma integração maior entre as luzes de neblina e o desenho do para-choque dianteiro. A versão híbrida tem o logotipo "Hybrid" e o detalhe em azul na grade frontal. Por dentro, o híbrido também se diferencia pelos botões do câmbio no lugar da alavanca, instalados próximos dos comandos dos modos de condução (Eco, Sport e EV). O novo cluster digital concentra as informações do sistema híbrido (carga, autonomia, etc), além dos instrumentos convencionais. Há ainda borboletas no volante para aumentar ou reduzir a quantidade de frenagem regenerativa, "segurando" em maior ou menor intensidade o SUV quando se alivia o acelerador.

Mais da Honda:

O console central foi redesenhado para deixar os porta-objetos mais úteis, enquanto a versão topo de linha Touring passa a vir de série com carregador de celular por indução. A multimídia é operada por uma tela de 7" com integração Apple CarPlay e Android Auto, além de ter o GPS nativo. Partida remota, ar digital de duas zonas, portas USB traseiras e bancos dianteiros com aquecimento e ajustes elétricos também estão disponíveis. 

2020 Honda CR-V Hybrid
2020 Honda CR-V Hybrid
2020 Honda CR-V Hybrid
2020 Honda CR-V Hybrid

Sob o capô, o CR-V Hybrid traz o familiar conjunto híbrido da Honda (o mesmo do Accord Hybrid), que combina dois motores elétricos com um 2.0 de quatro cilindros a combustão. Juntos, eles geram 212 cv de potência.

Ainda sem dados de consumo oficiais, a Honda diz que há uma melhora de 50% em relação ao CR-V 1.5 turbo a gasolina na cidade. Isso daria ao CR-V Hybrid um consumo semelhante ao do principal rival, o Toyota RAV4 Hybrid. 

O pacote de baterias e o sistema de controle do conjunto híbrido ficam abaixo do assoalho, sem afetar o espaço de bagagem ou a versatilidade do CR-V. Todas as versões híbridas têm tração integral AWD, com as rodas traseiras sendo impulsionadas por um motor elétrico ativado por uma embreagem eletrônica.

As demais variantes do CR-V 2020 seguem com o motor 1.5 turbo de 190 cv ligado ao câmbio CVT, com tração dianteira ou 4WD opcional. Preços ainda não foram anunciados, até porque a versão híbrida só chega ao mercado no começo do próximo ano. 

Como o CR-V vendido no Brasil é importado, não deve demorar muito para incorporar as mudanças do modelo norte-americano. Seria interessante, inclusive, trazer a versão híbrida que faz sucesso no rival RAV4 por aqui. 

Fotos: Motor1.com e divulgação