Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,50 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,66 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,98
    -1,15 (-2,16%)
     
  • OURO

    1.855,50
    -10,40 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    32.039,77
    -618,92 (-1,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,44
    +41,45 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,03 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,91 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.355,25
    -40,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6542
    +0,1458 (+2,24%)
     

Honda anuncia encerramento da venda de carros na Rússia

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
·2 minuto de leitura
Обновленный Honda CR-V (2020) для России
Обновленный Honda CR-V (2020) для России

Marca emplacou apenas 79 unidades em novembro

A Honda continua a reestruturar suas operações globais e a mais recente decisão, revelada no apagar das luzes de 2020, é que irá encerrar as vendas de seus modelos no mercado russo. A marca confirmou os planos ao Motor1.com Rússia em uma mensagem oficial. A linha no país era formada somente pelos crossovers CR-V e Pilot, sendo que o CR-V foi atualizado por lá em setembro passado.

De acordo com a Honda, a mudança na operação afeta somente a parte automotiva, pois a empresa continuará a vender motos e equipamentos elétricos como geradores, cortadores de grama e mais, além de manter o pós-venda dos veículos. A razão para desistir de vender carros na Rússia é parte de uma reestruturação de sua operação global, por conta das mudanças na indústria.

Honda Honda CR-V 2020
Honda Honda CR-V 2020

O impacto desta decisão será um pouco menor para a Honda do que foi para a General Motors e a Ford. A fabricante japonesa não tinha nenhuma fábrica no país, trabalhando somente com modelos importados. Não foi o que aconteceu com a Ford, que desativou três fábricas no país, feitas em parceria com uma empresa chamada Sollers; ou a Chevrolet, que só agora conseguiu vender para a Hyundai a fábrica de São Petesburgo, fechada desde 2015.

Mais novidades da Honda:

Nos últimos anos, a operação da Honda na Rússia foi reduzida sistematicamente, até o ponto em que somente CR-V e Pilot sobraram nas concessionárias. De acordo com a Association of European Businesses, ONG que representa investidores estrangeiros no país, a marca vendeu somente 1.383 carros no país entre janeiro e novembro, o que é uma queda de 15% - o mercado russo contabiliza mais de 1,3 milhão de carros vendidos neste período. Novembro foi o pior mês, quando foram vendidas somente 79 unidades.