Mercado fechará em 2 h 47 min
  • BOVESPA

    128.249,09
    -1.015,87 (-0,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.119,21
    -196,48 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    -0,38 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.777,90
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    32.170,85
    -125,58 (-0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    767,03
    -27,29 (-3,44%)
     
  • S&P500

    4.241,44
    +16,65 (+0,39%)
     
  • DOW JONES

    33.903,68
    +26,71 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.217,25
    +87,25 (+0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9646
    -0,0107 (-0,18%)
     

Homenageado pelo Vasco, Cano garante classificação para a final da Taça Rio contra o Madureira

·1 minuto de leitura

As palavras de Alfredo Sampaio à equipe do Madureira, ainda no primeiro tempo, resumiram as dificuldades que o Vasco enfrentaria neste sábado, e que devem ser a tônica do restante da temporada. Na vitória por 2 a 1 sobre o Madureira, pela Taça Rio, que garantiu a ida à decisão, a equipe teve uma amostra do quão complicado será furar esquemas defensivos de equipes que buscam o resultado mínimo na vindoura Série B. Mas também soube, mais uma vez, que pode contar com Cano, artilheiro implacável, nessa missão.

— Nosso jogo é reativo. Vamos deixar para administrar o empate no final — dizia o técnico, estimulando que sua equipe recuasse as linhas e desse espaço para os zagueiros do Vasco tentassem construir jogo. A partir dali, a defesa do Madureira fechou espaços e impediu a melhor arma ofensiva do Vasco, os avanços dos laterais.

Numa das raras chegadas, veio a abertura do placar. Zeca recebeu pela esquerda, se livrou da marcação com um bonito corte e colocou a bola na área. Léo Matos desviou para Marquinhos Gabriel completar para as redes.

O Vasco teve pouco mais de 15 minutos para aproveitar o cenário de um Madureira saindo para o jogo antes de sofrer com o nêmesis da temporada: as jogadas aéreas. Humberto completou cruzamento de Juninho e voltou a colocar o tricolor em vantagem pela classificação.

Mas se a dificuldade com as retrancas preocupam, a presença de um centroavante de altíssimo nível anima. Após sucessivas tentativas, saiu dos pés de Cano, homenageado do dia pela artilharia estrangeira no século XXI no clube, o gol da vitória, seu 30º com a camisa do Vasco. No seu melhor estilo, o camisa 14 aproveitou bola mal tirada pelo goleiro do Madureira e não perdoou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos