Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.496,21
    -2.316,66 (-2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.463,26
    -266,54 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,91
    -0,59 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.760,30
    -10,90 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    20.988,89
    -2.275,65 (-9,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    504,88
    -36,72 (-6,78%)
     
  • S&P500

    4.228,48
    -55,26 (-1,29%)
     
  • DOW JONES

    33.706,74
    -292,30 (-0,86%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,81 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.250,00
    -273,25 (-2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1885
    -0,0253 (-0,49%)
     

Homem recupera carro de R$ 900 mil com ajuda de Apple AirTag

AirTags podem emitir um sinal sonoro se o usuário estiver por perto, o que deve ajudá-lo a encontrar suas coisas perdidas com um pouco mais de facilidade (Antonio Masiello/Getty Images)
AirTags podem emitir um sinal sonoro se o usuário estiver por perto, o que deve ajudá-lo a encontrar suas coisas perdidas com um pouco mais de facilidade (Antonio Masiello/Getty Images)
  • Veículo, avaliado em R$ 900 mil, estava com três unidades do rastreador

  • Homem acessou o Find My, que apontou que seu carro estava em um centro de reciclagem de metais

  • AirTag permite que os usuários do iPhone acompanhem suas coisas no aplicativo

Um homem conseguiu recuperar seu veículo, um Land Rover avaliado em cerca de R$ 900 mil, com ajuda do AirTag, um rastreador digital da Apple. O caso ocorreu no Canadá, na semana passada.

O Range Rover Autobiography do homem, identificado como Lorne, estava com três localizadores à bordo: um sob o banco traseiro, outro no estepe e um terceiro no porta-luvas. Ele teria decidido aderir aos rastreadores há três meses, quando, na ocasião, teve outro veículo roubado.

Na manhã do último dia 23, Lorne foi acordado pelos filhos, que avisaram que o veículo da família havia sumido do local estacionado na noite anterior. O homem então acessou o Find My, a ferramenta oficial de Buscar da Apple, que apontou que o Land Rover estava em um centro de reciclagem de metais.

O AirTag permite que os usuários do iPhone acompanhem suas coisas no aplicativo Find My. Após um rápido processo de configuração, é possível verificar o aplicativo sempre que precisar localizar alguns itens. Os AirTags também podem emitir um sinal sonoro se o usuário estiver por perto, o que deve ajudá-lo a encontrar suas coisas perdidas com um pouco mais de facilidade. E se você tiver um dos iPhones mais recentes, o recurso Precision Finding pode levá-lo diretamente às suas coisas usando as instruções na tela.

Dor de cabeça

Em fevereiro, a Apple afirmou que faria ajustes nas configurações dos AirTags após algumas pessoas relatarem nas mídias sociais e em entrevistas que encontraram os dispositivos escondidos em seus carros e pertences, levando-os a temer que estivessem sendo perseguidos.

Autoridades policiais alertaram que os dispositivos podem ser usados ​​em tentativas de roubo de carros. E as mulheres disseram que encontraram AirTags escondidas em seus carros e em seus pertences, e às vezes chamaram a polícia.

As mudanças da Apple, que serão introduzidas este ano, incluem a capacidade de alguém que recebe um alerta de que um AirTag está próximo de usar seu iPhone para encontrar o AirTag por meio de uma “combinação de som, sensação tátil e feedback visual”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos