Mercado abrirá em 6 h 19 min

Homem que se passava por padre para receber doações é preso

Em depoimento, Adeildo disse que recebeu, em três meses, o valor de cerca de R$ 10 mil. Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão informou que um homem que se passava por padre de uma famosa igreja católica para receber doações em seu nome foi preso preventivamente. De acordo com as investigações, Adeildo Lima dos Santos, conhecido como Lima, foi preso na manhã do dia 17 de dezembro.

Segundo as autoridades, o falso padre agia sempre da mesma forma. Ele pedia doações de dinheiro em espécie ou por meio de transferências bancárias para pessoas que seguiam a igreja. Para convencer os fiéis, ele dizia que os valores ajudariam em uma reforma nas instalações da igreja.

A Polícia Civil também informou que Adeildo já tem várias passagens por delegacias do Maranhão. Em depoimento, ele chegou a confessar que comete o crime há muitos anos. Além disso, ele afirmou que, em três meses ele recebeu um valor que pode chegar a R$ 10 mil.

Leia também:

Agora, Adeildo vai responder por estelionato. Após procedimentos de rotina, ele foi levado para o complexo penitenciário de pedrinhas. Lá, ele ficará à disposição da decisão que virá da Justiça.

Depois da prisão de Adeildo, a polícia quer, agora, descobrir se existem comparsas soltos. Existe a suspeita de que outras pessoas estejam envolvidas no esquema pelo fato de algumas das contas que receberam os valores das doações não serem do homem que já foi preso.