Mercado abrirá em 9 h 12 min
  • BOVESPA

    121.632,92
    -168,08 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.134,93
    -60,47 (-0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,17
    +0,08 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.802,80
    -6,10 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    40.292,64
    +937,46 (+2,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    991,84
    +15,95 (+1,63%)
     
  • S&P500

    4.429,10
    +26,44 (+0,60%)
     
  • DOW JONES

    35.064,25
    +271,55 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.157,83
    -46,86 (-0,18%)
     
  • NIKKEI

    27.744,24
    +16,14 (+0,06%)
     
  • NASDAQ

    15.164,50
    -3,25 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2057
    -0,0025 (-0,04%)
     

Homem que jogou no lixo HD com 7.500 bitcoins tem um novo plano para recuperar fortuna

·2 minuto de leitura

Em 2013 aconteceu um evento grandioso no criptomercado que marcou para sempre a história da da moeda digital: Um investidor jogou no lixo um HD com 7.500 bitcoins, um dos casos mais populares de pessoas que perderam uma quantia milionária em criptomoedas.

O mais interessante da história não é como o britânico James Howells perdeu seus bitcoins, mas sim sua persistência herculana para tentar recuperar sua fortuna. O engenheiro de TI, morador da cidade de Newport, Reino Unido, que passou os últimos anos buscando o HD entre toneladas de lixo agora criou um novo plano para conseguir recuperar o dispositivo perdido.

O novo plano de Howells é utilizar dispositivos de Raio X para escanear toneladas de lixo utilizando tecnologia de inteligência artificial para encontrar o dispositivo perdido. Segundo ele, essa será uma procura profissional utilizando equipamentos de alta tecnologia.

“Essa será uma busca verdadeira, não será apenas alguém com um balde e uma pá. Nós temos um sistema com múltiplas esteiras, dispositivos de Raio-X dispositivos de Inteligência artificial treinada para reconhecer itens de tamanho e densidade similar a um HD.”

James acredita que o HD possa estar em qualquer parte de uma área de 200 metros quadrados, com locais de até 15 metros de profundidade de lixo. Exatamente, muito lixo! A estimativa é que eles terão que escanear cerca de 300 mil a 400 mil toneladas de lixo por semana.

Ou seja, não será uma tarefa nem um pouco fácil e, ainda mais importante, nem um pouco barata. A pesquisa vai ser bem custosa, mas Howell disse que o seu plano será apoiado por um fundo de hedge bem rico que cobrirá os custos das buscas e do equipamento envolvido no processo. Como recompensa, a companhia ficará com uma boa parte dos bitcoins recuperados.

Com o atual valor do bitcoin, os 7.500 BTC valem cerca de US$ 248 milhões, mais de R$ 1,2 bilhão. Ou seja, o trabalho todo para encontrar as moedas pode valer a pena.

No entanto, mesmo com todos os planos elaborados, a cidade de Newport não quer permitir que ele cave o depósito de lixo, mesmo com James oferecendo US$ 76 milhões pela permissão.

O conselho de Newport explicou que, além de ser um processo extremamente caro e que pode não levar a nada, também há a possibilidade de um grande impacto ambiental para a cidade e para os sistemas de tratamento de lixo.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos