Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.002,28
    +60,45 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Homem paga mais de R$ 800 mil para fazer cirurgia e crescer 8 cm

Nos Estados Unidos, um homem, de 68 anos, passou por uma cirurgia bastante dolorosa de alongamento do fêmur, onde ganhou aproximadamente 8 centímetros de altura. O custo total do procedimento foi estimado em 130 mil libras esterlinas (cerca de 815 mil reais).

O paciente Roy Conn buscou a cirurgia de alongamento de fêmur por fins estéticos. Antes do procedimento, o homem tinha 1,67 metro. Hoje, está com 1,75 metro e já se recuperou totalmente da operação pouco comum, segundo o canal britânico de televisão ITV.

Apesar do bom momento, a cirurgia causa bastante dores no paciente durante a recuperação. O paciente conta que “foi muito difícil no começo e, sim, foi definitivamente muito doloroso".

Como é a cirurgia de alongamento de fêmur?

Homem passa por cirurgia de alongamento de fêmur e ganha 8 centímetros, após investir mais de 800 mil reais (Imagem: Littlemiss1/Envato)
Homem passa por cirurgia de alongamento de fêmur e ganha 8 centímetros, após investir mais de 800 mil reais (Imagem: Littlemiss1/Envato)

Para crescer os oito centímetros após o procedimento, o cirurgião do homem de 68 anos, Kevin Debiparshad, precisou "quebrar" os dois fêmures do paciente. Em cada um dos ossos, Debiparshad instalou uma haste que, de forma gradativa, é afastada, promovendo o crescimento ósseo.

O tempo total da cirurgia é de uma hora e meia, mas o procedimento só se completa meses após a intervenção. "O paciente passa por um processo de 'alongamento', em que ganha mais ou menos um milímetro por dia. Leva cerca de 25 dias para crescer dois centímetros e meio", conta o médico.

Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot), "esse osso [alongado] surge após a realização de um distanciamento constante e gradual das extremidades ósseas remanescentes; permitindo então a restituição da forma e do tamanho original do osso".

Quando este procedimento é indicado?

De forma geral, "a técnica de reconstrução e alongamento ósseo visa corrigir desigualdades de comprimento de membros inferiores ou superiores e trata deformidades de causa congênita, traumática ou neurológica em crianças e adultos", explica a Sbot. Em outras palavras, não é comum para fins estéticos.

Por que investir R$ 815 mil em troca de alguns centímetros?

Segundo o paciente, a questão da altura não era "um problema importante". Apesar disso, Conn se considerava uma pessoa baixa. "Sempre soube disso desde jovem e, assim como você disse, teve um momento na minha vida em que poderia pagar [para crescer]", explica sobre o que motivou o procedimento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: