Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.222,16
    +120,16 (+0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.575,22
    -933,13 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,04
    -0,51 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.832,30
    -10,30 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    38.048,10
    -4.891,55 (-11,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    895,20
    +652,52 (+268,88%)
     
  • S&P500

    4.417,89
    -64,84 (-1,45%)
     
  • DOW JONES

    34.384,74
    -330,65 (-0,95%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.559,75
    -281,25 (-1,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1867
    +0,0566 (+0,92%)
     

Homem mata amigo após perder loot valioso em Diablo 2

·1 min de leitura

Um homem identificado como Joshua G. Spellman, de 36 anos, matou seu amigo Andrew W. Dickson, de 34 anos, após discutirem durante uma partida de Diablo II. O crime ocorreu no dia 17 de dezembro, no condado de Clark, no Estado de Nevada, nos Estados Unidos.

As informações são do jornal The Columbian. Os dois viviam em casas diferentes no mesmo terreno, e estavam conversando por fones de ouvido com um terceiro amigo. Depois de encontrarem um loot raro, um quarto jogador desconhecido o coletou antes do grupo. Irritado com a situação, Dickson “começou a gritar, xingar e atacar” o colega por três a cinco minutos, pois o grupo deveria ser protegido por senha.

Joshua G. Spellman, de 36 anos, presta depoimento no Tribunal Superior do Condado de Clark por suspeita de assassinato (Foto: Reprodução/Jessica Prokop/The Columbian)
Joshua G. Spellman, de 36 anos, presta depoimento no Tribunal Superior do Condado de Clark por suspeita de assassinato (Foto: Reprodução/Jessica Prokop/The Columbian)

Spellman disse a Dickson para ele “se acalmar, ou levaria um tiro”. Ele pegou uma pistola, caminhou até a casa de Dickson e deu um disparo no ar; depois, voltou para casa. Dickson foi até ele para confrontá-lo sobre a ameaça, e então levou um tiro. Quando os investigadores perguntaram por que a pistola de Spellman estava próxima ao computador, ele respondeu: “por que não? Isso é a América”.

Dickson foi baleado no torso e operado no hospital, mas morreu devido aos ferimentos. Spellman terá de pagar fiança de US$ 750 mil, e será julgado por assassinato em segundo grau (quando o homícidio não é premeditado ou é causado por imprudência de outra pessoa) no Tribunal Superior do Condado de Clark em 29 de dezembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos