Mercado fechará em 5 h 3 min

Homem mais rico do mundo perde R$ 47 bilhões em um dia

Redação Finanças
·2 minutos de leitura
Jeff Bezos é fundador e CEO da Amazon. Foto: ERIC BARADAT/AFP via Getty Images
Jeff Bezos é fundador e CEO da Amazon. Foto: ERIC BARADAT/AFP via Getty Images

Jeff Bezos tem tido um ano de 2020 agitado. Após se firmar como o homem mais rico do mundo e acumular a fortuna inédita de US$ 200 bilhões, o dono da Amazon viu seu patrimônio encolher na quinta-feira (3) com a queda das ações de empresas de tecnologia na bolsa de valores.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O bilionário continua liderando o ranking da Bloomberg de homens mais ricos do mundo, mas perdeu US$ 9 bilhões (cerca de R$ 47 bilhões em conversão direta) em um dia. As ações da Amazon registraram a maior baixa desde junho, liderando um dia de quedas no mercado dos EUA.

Leia também

Juntas, as 10 pessoas mais ricas do mundo perderam US$ 44 bilhões na quinta. A segunda maior queda foi a de Elon Musk, o bilionário dono da Tesla e da SpaceX, que perdeu US$ 8 bi de um dia para o outro e caiu uma posição no ranking dos mais ricos dias após superar Mark Zuckerberg.

O dono do Facebook não passou incólume pela quinta-feira sombria da bolsa americana e viu US$ 4,2 bi sumirem do seu patrimônio. Bill Gates, o segundo homem mais rico do mundo, perdeu US$ 2,9 bilhões.

A mudança de sorte parece vir para corrigir uma valorização que parecia, para muitos analistas, um tanto exagerada. Até julho, os maiores bilionários americanos viram sua fortuna crescer US$ 700 bilhões em plena crise econômica, consequência da pandemia de covid-19.

Mesmo com as perdas de quinta, o saldo dos super ricos continua positivo em 2020. As 500 pessoas mais ricas elevaram o patrimônio em US$ 830 bilhões neste ano no total, de acordo com a Bloomberg. Bezos lidera, tendo aumentado sua fortuna em US$ 83 bilhões.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube