Mercado abrirá em 3 h 33 min

Homem mais rico da África planeja abrir escritório nos EUA

Anthony Osae-Brown

(Bloomberg) -- Aliko Dangote, o homem mais rico da África, planeja abrir um escritório em Nova York para ajudar a diversificar seus investimentos e evitar o risco de flutuações cambiais em seu continente.

O proprietário da maior empresa de cimento da África subsaariana quer usar sua base e a existente em Londres para se tornar mais global após a conclusão de uma refinaria de US$ 12 bilhões, com capacidade de 650 mil barris por dia, atualmente em construção na Nigéria.

“Na África, você sabe que temos problemas de desvalorização, então queremos realmente preservar parte do patrimônio da família”, disse Dangote em entrevista à Bloomberg TV.

O empresário nigeriano, de 62 anos, aumentou sua fortuna em US$ 4,3 bilhões em 2019, que foi impulsionada por investimentos em cimento, farinha e açúcar. Com patrimônio líquido de cerca de US$ 15 bilhões, Dangote é classificado como a 95ª pessoa mais rica do mundo, segundo o índice de Bilionários Bloomberg.

Seu conglomerado, a Dangote Industries, inclui a Dangote Cement, negociada em Lagos, e quatro outras empresas de capital aberto sob o guarda-chuva Dangote, que representam mais de 20% do valor negociado na Bolsa de Valores da Nigéria.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Anthony Osae-Brown em Lagos, aosaebrown2@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: John McCorry, jmccorry@bloomberg.net, John Bowker, Liezel Hill

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.