Mercado fechará em 4 h 12 min
  • BOVESPA

    111.488,27
    -2.306,01 (-2,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.715,33
    -477,00 (-0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,61
    -1,00 (-1,38%)
     
  • OURO

    1.754,80
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    47.552,44
    -407,82 (-0,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.208,20
    -17,33 (-1,41%)
     
  • S&P500

    4.441,68
    -32,07 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    34.579,32
    -172,00 (-0,49%)
     
  • FTSE

    6.944,02
    -83,46 (-1,19%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2190
    +0,0342 (+0,55%)
     

Homem de Ferro vira um deus cósmico com os poderes de Galactus

·2 minuto de leitura

A Marvel está prestes a inaugurar uma nova era para as histórias de Tony Stark em seus quadrinhos. Com lançamento previsto para novembro, Iron Man #14 deve ver o Homem de Ferro adquirindo poderes cósmicos dignos de uma divindade, algo que deve mudar tanto seus desafios quanto a própria personalidade do herói.

Os novos poderes são resultados dos esforços que Stark empreende para parar o vilão Korvac, que tenta roubar para si o poder de Galactus, o Devorador de Mundos. Embora seja bem-sucedido em seu objetivo, ele acaba tendo que tomar para si essa responsabilidade — o que não poderia acontecer em um pior momento.

Tony Stark está passando por uma fase atribulada em sua vida pessoal nas histórias comandadas pelo time criativo Christopher Cantwell, CAFU, Angel Unzueta e Frank D’Armata. Além de ter que enfrentar a desaprovação do público, o herói se viu preso à sua armadura após sofrer danos severos, e, afastado dos Vingadores, considera-se o único capaz de parar Korvac.

Imagem: Reprodução/Screenrant
Imagem: Reprodução/Screenrant

Essa crença foi incentivada pelo Tribunal Vivo — uma das mais poderosas entidades cósmicas da Marvel —, que afirmou que o Homem de Ferro era o único de capaz o universo de um desequilíbrio catastrófico. Segundo o roteirista Cantwell explicou ao SuperHeroHype, a afirmação também se tratava sobre o processo de transformação cósmica pela qual o herói deve passar.

Conciliando humanidade e divindade

O escritor explicou que Iron Man #14 vai mostrar como Tony Stak lida com o novo poder e como será necessário que ele lute contra seus próprios fantasmas e medos para conseguir manter um lado humano sob a nova identidade do Homem de Ferro Cósmico. A sinopse da edição também prevê que, além das mudanças no bilionário, o próprio universo da editora pode sofrer alterações como consequência da transformação.

Elemento que sempre fez parte do personagem, o “complexo de Deus” de Stark só deve ser fortalecido com a transformação — e histórias do passado da Marvel mostram que isso nem sempre resulta em algo bom. Enquanto o poder de Galactus continua sob disputa, o vilão em si teve sua última aparição no arco O Retorno do Inverno Sombrio, na revista mensal Thor, em que seu corpo foi usado por Odinson como uma arma de destruição em massa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos