Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.664,36
    +694,29 (+1,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Homem baleado no Salgueiro tem alta e é preso

·1 minuto de leitura

RIO — Um dos baleados durante troca de tiros entre policiais militares da UPP do Salgueiro e entre supostos traficantes teve alta e foi preso. Ele foi identificado apenas pelas iniciais T.M.O, de 30 anos. Outras duas pessoas foram feridas no confronto na comunidade na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

Uma adolescente de 14 anos foi atingida por estilhaços na perna. Ela foi socorrida para o Hospital Federal do Andaraí e transferida à noite para o Hospital Salgado Filho, no Méier. A adolescente não é considerada suspeita e o estado de saúde dela é estável. O outro ferido foi identificado como Fábio Dias Lopes, de 30 anos. Ele também foi socorrido para o Hospital do Andaraí, mas foi transferido para o Hospital Miguel Couto, onde está custodiado. O quadro de saúde dele é estável.

Morto no tiroteio, o corpo de Cleiton Teixeira da Silva, conhecido como "Belo", de 33 anos, passou pro necrópsia no IML esta manhã. Até as 13h deste domingo a família ainda não tinha aparecido para liberar o corpo.

De acordo com a Polícia Militar, policiais da UPP do Salgueiro teriam sido atacados a tiros pelos criminosos durante patrulhamento neste sábado e revidaram. Um fuzil, duas pistolas e quatro carregadores, além de drogas, foram apreendidos. A Polícia Civil afirma que as armas dos envolvidos no tiroteio foram apreendidas para perícia.

Nas redes sociais, moradores afirmaram que o tiroteio foi intenso, e que houve uso de caveirão. O caso foi registrado na 19 DP (Tijuca), que instaurou inquérito.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos