Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.876,32
    +402,86 (+1,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Homem-Aranha 3 | Americano entra para livro dos recordes ao ver filme 292 vezes

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Você pode ter gostado de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, mas não tanto quanto o americano Ramiro Alanis. O rapaz assistiu ao longa nada menos do que 292 vezes e conseguiu entrar para o livro dos recordes graças à sua fixação pela mais recente aventura do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês).

De acordo com o Guinness, Alanis se tornou a pessoa que mais foi ao cinema para assistir a um mesmo filme em todo o mundo, superando outros cinéfilos malucos. O feito aconteceu entre a estreia do filme, em dezembro, e o último dia 14 de março. Antes dele, o título pertencia ao francês Arnaud Klein, que foi 204 vezes ver Kaamelott: First Instalment entre julho e setembro de 2021.

E essa devoção de Alanis é inteiramente dedicada ao MCU. Tanto que esta não é a primeira vez que ele dedica meses de sua vida para maratonar um mesmo filme de herói. Em 2019, ele já tinha entrado para o livro dos recordes depois de ter assistido a Vingadores: Ultimato 191 vezes.

Tanto que sua investida em Sem Volta para Casa foi justamente uma tentativa de retomar a coroa tomada pelo francês. Por isso mesmo, ele apostou em ampliar a diferença para evitar que alguém ouse superá-lo novamente. “Se alguém tentar quebrar meu recorde de novo, eu quero que ele pense duas vezes antes”, disse Alanis.

Segundo ele, a empolgação e o desejo de reaver o recorde fizeram com que ele assistisse a três sessões seguidas de Homem-Aranha — ou seja, mais de 12 horas por dia dentro do cinema. Além da dificuldade de ficar acordado depois de tanto tempo, Alanis disse que sofreu com muita dor de cabeça e com o próprio desgaste físico. Ele perdeu mais de 7 quilos nessa brincadeira.

E o mais engraçado de tudo é que, apesar de ter dedicado tanto tempo, dinheiro e esforço com Sem Volta para Casa, o recordista diz que Tom Holland não é o seu Homem-Aranha favorito — mesmo tendo conhecido o ator pessoalmente. Para ele, a melhor versão do herói é a de Andrew Garfield.

As regras do recorde

Só que entrar para o Guinness com esse tipo de recorde não é tão simples quanto muita gente pode imaginar. Não basta apenas desembolsar uma quantidade absurda de dinheiro com ingresso e ainda maior de tempo — 730 horas e cerca de US$ 3,4 mil no caso de Alanis —, mas seguir algumas regras estabelecidas. A principal delas é que é preciso assistir ao filme de verdade e não apenas estar presente na sala de cinema.

Segundo a responsável pelos recordes, a pessoa não pode desempenhar nenhuma outra atividade durante o filme, o que inclui olhar o celular ou mesmo cochilar. O próprio Ramiro Alanis teve 11 sessões desconsideradas porque precisou ir ao banheiro.

Além disso, também é preciso assistir a todo o longa, incluindo os créditos. E por mais que todo fã do MCU já saiba que esse esforço é algo recompensado por uma cena, ter que ver as letras subindo por algumas centenas de vezes é realmente um esforço e tanto — e um desafio para se manter acordado.

Por fim, o pretenso recordista precisa guardar todos os ingressos como prova e o próprio cinema precisa enviar ao Guinness uma declaração atestando que a pessoa esteve naquelas sessões. Somente dessa forma o recorde é validado e, no caso do americano, ele passou por toda essa burocracia em apenas 30 dias para recuperar sua coroa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos