Mercado abrirá em 8 h 49 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,64
    +0,59 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.687,50
    +9,50 (+0,57%)
     
  • BTC-USD

    53.819,38
    +3.056,59 (+6,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.086,57
    +62,36 (+6,09%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    +88,61 (+1,34%)
     
  • HANG SENG

    28.923,20
    +382,37 (+1,34%)
     
  • NIKKEI

    29.024,28
    +281,03 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    12.454,00
    +156,75 (+1,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9718
    +0,0120 (+0,17%)
     

Homem é preso após tentar vender celular ao próprio dono, que havia sido furtado na Praia de Copacabana

Carolina Heringer
·1 minuto de leitura
Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

Policiais da 12ª DP (Copacabana) prenderam em flagrante, nessa segunda-feira, um homem suspeito de tentar vender um celular furtado para o próprio dono do aparelho. Cristian Adrian Medrano foi capturado quando negociava a venda do telefone em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

O dono do celular relatou à polícia que teve o celular furtado no último domingo, na Praia de Copacabana, e acionou o modo “perdido”, no qual é enviada uma mensagem para o aparelho com um telefone de contato. Ele forneceu o número de um amigo que estava com ele. No mesmo dia, começaram a chegar mensagens de um homem afirmando que estava com o telefone furtado.

O homem, que posteriormente foi identificado como Cristian, afirmou que trabalhava consertando celulares e havia comprado o telefone da vítima. Ao ligá-lo, ele viu a mensagem com a informação de que o celular encontrava-se perdido. Cristian cobrou R$ 500 do turista, valor que alega ter pagado no telefone. Segundo informações da polícia, na realidade o celular custa aproximadamente R$ 3 mil.

A vítima marcou com Cristian um encontro em Copacabana e acionou a polícia. O homem que tentava vender o celular foi abordado pelos policiais da 12ª DP ao mostrar o celular para a vítima, que reconheceu o seu aparelho. Cristian foi autuado em flagrante pelo crime de receptação.