Mercado fechado

Home office: Por que é importante separar uma área da casa como 'escritório'

Foto: Getty Images

Por Melissa Santos

Desde a metade do mês de março, muitas empresas aderiram ao modelo de home office para manterem a continuidade de seus negócios mesmo durante a pandemia do Covid-19. Com esse anúncio, muitas pessoas que nunca trabalharam de casa, tiveram que encontrar um espaço para exercerem suas atividades. E acredite: definir um lugar de trabalho ajuda tanto na produtividade, quanto na saúde. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

“Se alguém pretender passar o dia no sofá com um notebook, precisa saber que isso comprometerá a ergonomia, prejudicando a saúde, e também contribuindo para a perda de produtividade”, explica Luis Otávio Camargo Pinto, presidente da Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades (SOBRATT).

Leia também

Cabe às empresas fornecerem dicas e orientações expressas sobre as precauções que são necessárias para evitar doenças e acidentes do trabalho. “Esses treinamentos, mesmo à distância, são primordiais para que as pessoas possam observar seu mobiliário e escolher um ambiente de trabalho saudável”, afirma Pinto. 

Além de buscar um espaço com condições ergonômicas adequadas, é ideal escolher uma área dentro de casa que permita, minimamente, um isolamento. “Um espaço que dê para abafar ruídos como obra, latido de cachorro e conversas, além disso, com tomadas disponíveis e uma boa conexão de internet”, recomenda Simone Damazio, Gerente de Desenvolvimento de Talentos da Catho.

Outra sugestão é, se possível, destacar um lugar da casa só para o trabalho e deixar os demais para o lazer. “O teletrabalhador deve ser regrado quanto ao cumprimento de horários e local de trabalho. Os colaboradores que conseguem manter essa rotina de diferenciar os espaços de trabalho e lazer são os que se saem melhor no home office”, fala Luís.

Após definir o espaço de trabalho, quem vive com a família e filhos deve orientá-los para que ele seja respeitado. “É importante ensinar para a criança que os pais estão na residência, mas no momento do trabalho não há espaço para brincadeiras. É fundamental fazer com que eles saibam diferenciar o momento do trabalho daquele de lazer”, afirma o presidente da SOBRATT.

Como deixar o home office mais ergonômico? 

Mesmo estando em casa, Mariane Herdy, personal trainer especialista em treinamento funcional e instrutora de pilates, destaca que é necessário pensar na postura adotada para evitar dores e sobrecarga na coluna. “Sabemos que nem todos tem uma cadeira como as do escritório. Portanto, uma dica é colocar uma toalha de banho grande dobrada na lombar. Ou seja, nada de trabalhar na cama ou no sofá”, orienta. 

Em relação ao notebook ou computador, Mariane explica que também há regras para evitar sobrecargas no pescoço. Ele deve estar sempre na altura dos olhos. “Para alcançar isso, caso a pessoa seja mais baixa, é possível ajustar a cadeira ou colocar um apoio nos glúteos para ficar mais alto. Mas no caso de quem já é mais alto e precisa adequar o computador, uma opção é colocar livros embaixo como apoio para elevá-lo”, explica. 

Além de ajustar o espaço do home office, Mariane também recomenda se movimentar e alongar, assim como no escritório. “A cada uma hora, levante-se por cerca de 5 a 10 minutos. Também é importante se alongar antes e depois de trabalhar”, fala. 

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.