Mercado abrirá em 1 h 14 min
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,02
    -0,13 (-0,21%)
     
  • OURO

    1.747,10
    +10,80 (+0,62%)
     
  • BTC-USD

    62.537,46
    -1.699,16 (-2,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.364,55
    -11,23 (-0,82%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.961,70
    +22,12 (+0,32%)
     
  • HANG SENG

    28.793,14
    -107,69 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    29.642,69
    +21,70 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    13.887,75
    +89,00 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7638
    -0,0091 (-0,13%)
     

Holanda prolonga até 20 de abril as restrições contra a covid

·1 minuto de leitura
Mulher caminha por uma rua vazia em Amsterdã, em 15 de dezembro de 2020, um dia após o anúncio de um novo confinamento para conter a pandemia

A Holanda vai prolongar até 20 de abril as restrições em vigor para lutar contra a pandemia da covid-19, que se agrava, embora irá reduzir em uma hora a duração do toque de recolher, anunciou nesta terça-feira (23) o primeiro-ministro, Mark Rutte.

"O número de contágios sobe de novo e volta a ter muita gente nos hospitais", explicou Rutte durante uma coletiva de imprensa.

"Atualmente essa é a realidade inquietante, por isso não podemos renunciar às medidas em vigor", que deveriam ser levantadas em 30 de março.

Porém, “é razoável mudar o toque de recolher, já que é verão (boreal)”, explicou o chefe do governo holandês.

O início do toque de recolher será atrasado em uma hora. Passará para as 22h locais e seguirá em vigor até as 4h30.

Cafés, bares e restaurantes estão, portanto, fechados, exceto para delivery. As lojas "não essenciais" permanecerão fechadas, exceto com hora marcada.

A implementação do toque de recolher em janeiro gerou agitação na Holanda. Com pouco mais de 17 milhões de habitantes, o país registrou mais de 1,2 milhão de casos de coronavírus e 16.339 mortes.

dk-jhe/gde/fjb/jz/mb/ap/mvv