Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.754,66
    +225,69 (+0,47%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,86
    -0,81 (-1,29%)
     
  • OURO

    1.791,70
    +13,30 (+0,75%)
     
  • BTC-USD

    55.799,82
    +325,41 (+0,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.287,37
    +24,41 (+1,93%)
     
  • S&P500

    4.159,97
    +25,03 (+0,61%)
     
  • DOW JONES

    34.054,02
    +232,72 (+0,69%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.841,00
    +46,75 (+0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7007
    -0,0018 (-0,03%)
     

Holan detecta problema na bola aérea do Santos: 'Altura e atitude'

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Principal problema do Santos na temporada passada, a bola aérea defensiva segue assombrando o time nesse começo de Campeonato Paulista. Depois de sofrer contra o Santo André, na estreia, o Peixe voltou a tomar gol assim no clássico contra o São Paulo. Holan explicou sua visão sobre o problema.

"Essa situação de jogo em particular requer altura, em alguns casos, e em outros uma boa atitude defensiva. Atitude defensiva se pode trabalhar, mas a altura veremos como corrigir. Tínhamos quatro marcas com altura, a quinta não e aí veio o gol".

No clássico, a defesa santista estava desfalcada de Pará, Madson e Laércio. Na lateral direita jogou o garoto Sandro, que falhou na marcação no primeiro gol. Na zaga, Luiz Felipe foi titular e acabou errando em dois gols.

Com os três homens de defesa ainda como desfalques, o Santos recebe o Deportivo Lara (Venezuela), nesta terça-feira, pela primeira partida da Libertadores. O duelo será na Vila Belmiro, às 19h15.