Mercado abrirá em 2 h 32 min
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,32
    +0,50 (+0,78%)
     
  • OURO

    1.833,90
    +9,90 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    50.395,50
    +582,87 (+1,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.395,56
    +7,65 (+0,55%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    7.005,91
    +42,58 (+0,61%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.238,00
    +137,75 (+1,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4257
    +0,0132 (+0,21%)
     

Holan acredita em processo de trabalho para diminuir erros na saída de bola do Santos

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


O Santos venceu a Internacional de Limeira por 2 a 1, na Vila Belmiro, em partida válida pelo Campeonato Paulista. O Peixe abriu o placar, mas levou empate e teve que buscar o segundo gol. Na coletiva após o jogo, o técnico Ariel Holan foi questionado sobre o gol tomando após erro da saída de bola do Santos.

- Às vezes, o time comete erros, mas isso faz parte de um processo, de uma forma de jogar. Creio que com trabalho, partidas e treinos, todos os jogadores vão crescer muito e cada vez jogar com mais eficácia, com uma menor margem de erro. Temos que pensar que hoje (domingo) tivemos uma equipe com uma média de 21 anos. Queria saber quantos times paulistas jogam com uma equipe com essa média. Muitos jovens que jogaram pela primeira vez, estão fazendo sua experiência. Sabemos que temos um plantel curto, não vamos repetir todas as vezes. Estamos fazendo um trabalho pensando no futuro e a longo prazo. É muito importante este triunfo no Paulista, hoje era muito importante ganhar o jogo - afirmou Holan.

O comandante santista utiliza esse estilo de jogo com a saída de bola com os pés, o goleiro e a defesa são bem ativos nessa função. Holan acredita que com o tempo de trabalho, treinos e jogos o elenco vai passar a ter uma margem de erros muito menor. O treinador ainda falou em processo e trabalho a longo prazo.

Na classificação do Santos para a fase de grupos da Libertadores diante o San Lorenzo, o goleiro João Paulo falou sobre a dificuldade da saída de bola quando o adversário adianta as linhas de marcação e pressiona o erro dos jogadores. Os trabalhos com os goleiros do Santos têm acontecido com os pés a pedido de Holan.