Mercado fechará em 6 h 16 min

Inspirações na terceira idade: aos 67, Maria Aparecida se joga na dança e ainda cria circuitos em casa

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, os idosos foram inseridos no grupo de risco. Segundo a OMS (Organização das Nações Unidas), a população acima de 60 anos deve ser preservada, já que o sistema imunológico é mais comprometido. Com isso, todos os cuidados de higiene e isolamento social devem ser redobrados para essa faixa etária.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

E, nessa série com histórias inspiradoras com foco na terceira idade, mostramos que a velhice e isolamento não são sinônimos de uma vida chata e sem cor. Maria Aparecida, de 67 anos, exala isso em seu espírito sempre alerta e cheio de energia para a dança.

 Leia também

A psicóloga aposentada, que mora com a mãe, de 89 anos, já criou mil e uma alternativas para não passar a quarentena parada. Seja em aulas de dança, criando circuitos ou até mesmo descansando e tricotando, as duas se tornaram parceiras de isolamento e não deixam o tédio entrar em casa.

Maria Aparecida ainda conta que as aulas têm seguido normalmente pela internet: “A dança tem sido minha maior alegria, meu momento de descontração. De rever meus amigos e professores. E dar continuidade ao meu aprendizado”, explica.

Gostou? Então dá o play já para conhecer um pouco mais da história da "jovem” em seus “anos 60”.