Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,24 (+0,34%)
     
  • OURO

    1.812,30
    -5,80 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    39.451,54
    -738,95 (-1,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.961,75
    +9,00 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1208
    -0,0672 (-1,09%)
     

Histórias em quadrinhos são contos de fadas para adultos

·3 minuto de leitura

Histórias em quadrinhos e graphic novels são dois tipos de ficção que eu amo desde que aprendi a ler. Quando era criança, corria para pegar o jornal de manhã para ver as tirinhas. Ainda lembro da primeira HQ que li: “Mandrake, o Mágico”. Bem antes de termos o Batman ou o Super-Homem, já existia esse sedutor mago de capa que provavelmente foi o primeiro super-herói de todos.

Mandrake era mágico de dia e, à noite, usava seus poderes de investigação, hipnose e ilusão para combater o crime com seu amigo e parceiro, Lothar --reconhecido como um dos primeiros personagens negros das HQs. Outros quadrinhos que eu adorava na infância eram Lucky Luke (alguém aí se lembra do Rantanplan?), Asterix e As Aventuras de Tintim. Aliás, gosto de todos até hoje.

Quadrinhos e graphic novels são subestimados: quando se fala em storytelling, as pessoas preferem livros e televisão. Nos quadrinhos, as imagens não retratam uma ação contínua como nos filmes; uma discreta sequência de ilustrações é que conta a história. A ilustração dá total liberdade ao autor e ao desenhista para criar imagens que nos façam viver a história de um modo muito mais visual do que um livro — e até um filme. A magia dos quadrinhos nos faz mergulhar em mundos com os quais jamais sonhamos.

Os criadores de quadrinhos também são livres para serem super experimentais. Quantos romances, games ou filmes experimentais você vê por aí? Agora, basta olhar para a prateleira de HQs pra viajar com tamanha extravagância e criatividade. É um mundo maravilhoso, mas que pode ser meio confuso e intimidador para quem está chegando, eu sei. Existem mais de 700 edições de O Homem-Aranha; pra começar a ler X-Men é preciso ter um PhD em quadrinhos.

Mas não se preocupe: eu vim salvá-lo do perigo com essa lista de HQs que você pode começar a ler agora, mesmo que não saiba nada sobre quadrinhos.

Watchmen

É simplesmente uma obra-prima e uma das criações literárias mais importantes do século 20. É uma história que fala de amor, violência, questões sociais e política com uma honestidade brutal. As artes são magníficas. Mas o melhor é que a série desconstrói o mito dos super-heróis.

Watchmen é uma das histórias em quadrinho mais admiradas da história (Imagem: Reprodução/DC Comics)
Watchmen é uma das histórias em quadrinho mais admiradas da história (Imagem: Reprodução/DC Comics)

The Wicked + The Divine

Que tal uma história sobre uma dúzia de deuses que reencarnam como pop stars adolescentes? Além de ser super original, você vai se surpreender ao ver que os personagens são gente como a gente. São pessoas de variadas etnias, gêneros e orientação sexual, como no nosso mundo. Já disse que a arte é absolutamente maravilhosa?

Saga

Você pode não ter ouvido falar desta, mas ela é considerada padrão ouro na indústria de HQs. Imagine uma história de amor (Romeu e Julieta) que é, ao mesmo tempo, uma fantasia épica (O Senhor dos Anéis) e uma space opera (Star Wars). A arte e o texto são fenomenais.

Fábulas

Essa é para quem gosta de contos de fada e de séries como “Once Upon a Time”. No enredo, personagens populares, como a Branca de Neve e o Pinóquio, vivem no nosso mundo de hoje, em uma comunidade secreta em Nova York. O xerife da cidade é o...Lobo Mau. Eu amo ver como os personagens mudam com o tempo e com as experiências que vivem.

Y: O Último Homem

Essa série fala do Yorick, o último sobrevivente de uma praga que dizima a população masculina. Com seu macaco de estimação, Ampersand, ele embarca em uma jornada para descobrir a origem da praga –e por que ainda está vivo. É irônico ver como a história retrata o mundo feminino, mas com um protagonista homem. Não faltam humor, desafios, desilusões, suspense e esperança.

Ler é um dos hábitos mais importantes que podemos cultivar na vida porque nos ajuda a entender o mundo de maneira mais significativa e imaginar histórias que nunca foram contadas. Aposto que os quadrinhos vão fazer você se reapaixonar pela leitura. Da próxima vez que passar por uma banca ou livraria, entre e espie o que esse mundo tem a oferecer.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos