Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.279,64
    -2.150,90 (-1,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.562,52
    -1,75 (-0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,73
    -2,14 (-2,71%)
     
  • OURO

    1.942,40
    -2,90 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    23.050,50
    -63,76 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,97
    +279,29 (+115,09%)
     
  • S&P500

    4.060,66
    -15,94 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    33.753,59
    -332,45 (-0,98%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.182,50
    +30,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5494
    +0,0338 (+0,61%)
     

Hi-Fi Rush chega hoje pelas mãos dos criadores de The Evil Within

Durante o Developer Direct da Xbox e Bethesda, a Tango Gameworks, estúdio conhecido por The Evil Within e Ghostwire: Tokyo, apresentou de surpresa Hi-Fi Rush, projeto que circulava entre os rumores nas últimas semanas. A novidade surpreende por fugir completamente do estilo conhecido da produtora e do diretor Shinji Mikami, lendário criador de Resident Evil, apresentando visual cartunesco e gameplay baseado no ritmo da trilha sonora do título, combinando características de games como Sunset Overdrive e Guitar Hero.

No game, os jogadores assumem o papel de Chai, um aspirante a rockstar que teve um tocador de músicas fundido ao coração por engano, em um experimento de uma "diabólica corporação". Alvo da empresa, que pretende reaver o equipamento por considerar o teste uma falha, o protagonista é perseguido por hordas de robôs, devendo agora enfrentá-los com seu novo poder: o de sentir o ritmo de todas as coisas. Essa habilidade é o que guia o gameplay de Hi-Fi Rush.

Como explicaram os desenvolvedores durante a conferência, a ideia não é ser apenas um game de "esmagar botões", mas sim de sentir o ritmo, acompanhando os ataques de acordo com a batida da trilha sonora. Para isso, os jogadores são recompensados ao terem combos maiores e mais devastadores conforme acertam as sequências, ao melhor estilo Guitar Hero. A inspiração no famoso game rítmico, e em Sunset Overdrive com o visual cartunesco, é bastante visível.

Outro ponto interessante é que as boss battles receberam cuidados especiais. Pelo trailer, é possível notar que os embates com chefões apresentam mecânicas e sequências únicas, devendo se diferenciar do restante das fases — algo que deve torná-las mais atraentes e marcantes.

A acessibilidade também foi foco da Tango Gameworks: além de permitir que os jogadores esquivem e pulem a qualquer momento, dicas visuais e até um gato companheiro robô (que pode ser acariciado) auxiliam aqueles que têm maior dificuldade para acompanhar o ritmo. Fecha o pacote uma série de músicas licenciadas de bandas como Nine Inch Nails e The Black Keys, ainda que um modo especial para streamers esteja disponível, trocando as canções por produções originais para evitar problemas com direitos autorais.

Não apenas o anúncio foi uma surpresa, como também o lançamento: Hi-Fi Rush já está disponível para Xbox Series e PC, através da Steam, Microsoft Store e Epic Games Store por R$ 109, mas pode ser jogado gratuitamente pelos assinantes do Xbox Game Pass. Uma Deluxe Edition com trajes adicionais e 20.000 Gears (utilizadas para fazer upgrades nos personagens) também será disponibilizada, custando R$ 144. Quem optar por realizar o upgrade futuramente terá de desembolsar R$ 39 pelo pacote Deluxe.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: