Mercado abrirá em 9 h 3 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,04
    +0,17 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.940,10
    -5,20 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    23.098,32
    +203,93 (+0,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    21.772,48
    -69,85 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    27.376,22
    +49,11 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    12.089,00
    -63,00 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5127
    -0,0029 (-0,05%)
     

Herdeiros também receberão dinheiro esquecido em bancos

*ARQUIVO* Brasília, DF - 11/01/2022 - Nesta terça (11) o Banco Central divulga inflação oficial de 2021 em 10,06% maior nível de inflação em 6 anos. Foto fachada do prédio do Banco Central em Brasília. (FOTO: Antonio Molina/Folhapress)
*ARQUIVO* Brasília, DF - 11/01/2022 - Nesta terça (11) o Banco Central divulga inflação oficial de 2021 em 10,06% maior nível de inflação em 6 anos. Foto fachada do prédio do Banco Central em Brasília. (FOTO: Antonio Molina/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os herdeiros de contribuintes que morreram também vão poder resgatar valores esquecidos em bancos pelo trabalhador que faleceu, segundo informações do Banco Central. Ao todo, 26 milhões de CPFs e 1,9 milhão de CNPJs têm R$ 8 bilhões a receber. O dinheiro começará a ser liberado em março.

Em nota, o Banco Central informou que divulgará em breve os procedimentos para quem tem valores a receber "por terceiros legalmente autorizados (procurador, tutor, curador, herdeiro, inventariante ou responsável por menor não emancipado)".

Segundo a instituição monetária, o resgate deverá ser feito conforme a legislação. A consulta, no entanto, já é possível. Basta entrar no site valoresareceber.bcb.gov.br, informar o CPF ou CNJP da pessoa ou da empresa da qual deseja consultar os valores e anotar a data que for informada pelo sistema. Também é necessário saber data de nascimento ou de abertura da empresa.

Os resgates começarão no dia 7 de março. É preciso ficar atento à data e ao horário informado na consulta, que poderá ser das 4h às 14h ou das 14h às 24h. Para ter acesso ao montante, será preciso entrar novamente no site dos valores a receber no dia e hora marcados, caso contrário, o trabalhador deverá fazer nova consulta para obter outra data de resgate.

Segundo o Banco Central, caso o contribuinte não acesse o site na data agendada para a retirada, terá que voltar no sábado da repescagem, conforme o calendário. Essa data de "repescagem" é informada ao fazer a consulta inicial, portanto, é ideal anotá-la. A partir de 28 de março, haverá ainda uma nova oportunidade resgate para quem não conseguiu o dinheiro no dia exato.

COMO SERÁ O RESGATE

Quem tem dinheiro esquecido em bancos irá solicitar o montante no site Valores a Receber na data marcada pelo Banco Central nessa consulta inicial de valores. No entanto, no dia, será preciso fazer login com a senha do sistema gov.br. Essa senha é criada para acessar sites como do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e da Receita Federal, por exemplo.

No entanto, o trabalhador só conseguirá pedir a transferência dos valores se tiver nível prata ou ouro no gov.br. Para isso, pode utilizar a biometria facial cadastrada em serviços do governo (como Denatran ou TSE) ou se tiver o acesso ao sistema por meio de conta bancária já existente.

O trabalhador só terá acesso ao valor que vai receber quando o agendamento da transferência do dinheiro for liberado, ou seja, na dia e hora marcados pelo Banco Central ao fazer a consulta no site dos Valores a Receber.

Até as 18h30 desta segunda (14), 37,3 milhões de consultas foram feitas no sistema, conforme informações do Banco Central. Do total, foram 36,5 milhões de CPFs consultados; apenas 6,9 milhões têm saldo a resgatar. Entre os CNPJs, houve 808 mil consultas e 71 mil têm valor a receber.

Como consultar e ter acesso ao dinheiro

1. Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br

2. Informe CPF ou CNPJ

3. No caso de pessoas físicas, informe a data de nascimento; para as empresas, digite a data de abertura

4. Se houver valores a receber, o sistema informará uma data para que retorne ao site e solicite o dinheiro disponível, a partir de 7 de março

5. Anote a data e o horário informados

6. No dia agendado, volte ao site e use seu login gov.br para acessar o sistema, consultar e solicitar o resgate

7. Se perder a data, volte no dia informado para a repescagem na sua primeira consulta, das 4h às 24h

8. Essa nova data será um sábado de repescagem; caso não consiga resgatar, haverá nova chance, em 28 de março

CONFIRA O CALENDÁRIO PARA SACAR OS VALORES ESQUECIDOS EM BANCOS

Nessas datas quem tem dinheiro a receber saberá quanto poderá sacar

Data de nascimento (pessoa física) ou de criação da empresa - Período de agendamento (consulta e resgate) - Data de repescagem (para quem perder a data agendada)

Antes de 1968 - 7 a 11/3 - 12/mar

Entre 1968 e 1983 - 14 a 18/3 - 19/mar

Após 1983 - 21 a 25/3 - 26/mar