Mercado abrirá em 8 h 49 min
  • BOVESPA

    119.710,03
    -3.253,98 (-2,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.748,41
    -906,88 (-1,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,45
    -0,63 (-0,95%)
     
  • OURO

    1.817,20
    -5,60 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    50.956,33
    -6.820,77 (-11,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.389,45
    -174,38 (-11,15%)
     
  • S&P500

    4.063,04
    -89,06 (-2,14%)
     
  • DOW JONES

    33.587,66
    -681,50 (-1,99%)
     
  • FTSE

    7.004,63
    +56,64 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    27.936,26
    -294,78 (-1,04%)
     
  • NIKKEI

    27.685,41
    -462,10 (-1,64%)
     
  • NASDAQ

    13.051,50
    +53,00 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4087
    +0,0032 (+0,05%)
     

Herói do Cruzeiro no clássico, Airton manda recado: 'Futebol se resolve nos 90 minutos'

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

O desnível de forças nunca esteve tão evidente entre Cruzeiro e Atlético-MG, em nomes, badalação e investimento. Mas nada disso adentrou o gramado do Mineirão na tarde deste domingo (11), dia do clássico do centenário: organizado, corajoso e com uma estratégia de jogo muito bem montada, o time celeste foi bem superior em relação ao seu rival e saiu de campo com merecida vitória por 1 a 0, gol único do jovem Airton.

Em entrevista concedida após o encerramento do clássico, o camisa 7 celeste exaltou o esforço do grupo e aproveitou a oportunidade para mandar um recado aos que duvidavam da Raposa, muito desacreditada ao longo da semana: "Vitória muito importante pra gente. Futebol se resolve nos 90 minutos, e graças a Deus o nosso time foi muito feliz. Temos que dar os parabéns para a comissão técnica, pra diretoria, e principalmente pros jogadores, por conseguir essa vitória. A entrega foi de todo o grupo", afirmou.

Cruzeiro contrariou a lógica e venceu 'milionário' Galo | André Araujo/Photopress/Gazeta Press
Cruzeiro contrariou a lógica e venceu 'milionário' Galo | André Araujo/Photopress/Gazeta Press

Muito comemorada pelos jogadores celestes, a vitória no duelo que marcou os 100 anos da rivalidade entre cruzeirenses e atleticanos colocou um ponto final no jejum da Raposa diante do maior rival: fazia 21 meses que o Cruzeiro não bateria o Galo, tendo somado um empate e duas derrotas nos últimos três encontros entre eles.

Em termos de classificação, o triunfo levou a Raposa à segunda colocação geral com 17 pontos, a trás somente do próprio Atlético, líder com 21 pontos.