Mercado abrirá em 2 h 3 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,77
    +0,72 (+1,11%)
     
  • OURO

    1.699,50
    +21,50 (+1,28%)
     
  • BTC-USD

    54.162,19
    +4.309,07 (+8,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.093,70
    +69,49 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.755,34
    +36,21 (+0,54%)
     
  • HANG SENG

    28.773,23
    +232,40 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.549,50
    +252,25 (+2,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

HBO Max confirma lista de filmes com estreias híbridas em 2021; veja o trailer

Claudio Yuge
·3 minuto de leitura

Desde que a Warner Bros anunciou no ano passado que todós seus lançamentos nos cinemas em 2021 também chegariam no mesmo dia no HBO Max, o mercado entrou em discussão sobre as chamadas estreias híbridas. Isso porque o comunicado pegou muitos parceiros de surpresa, inclusive estúdios e profissionais que têm em seus contratos a remuneração atrelada à bilheteria. Enquanto o assunto continua “marinando” em várias esferas, inclusive judiciais, a WarnerMedia, grupo controlador da Warner Bros e HBO Max, não perde tempo e continua com seu cronograma.

Nesta quarta-feira (27), o HBO Max publicou o teaser trailer promocional “Same Day Premiere”, que, como o próprio nome indica, destaca todas as principais atrações que estreiam simultaneamente nos cinemas e em sua plataforma de streaming. O vídeo faz questão de destacar o uso inédito das estreias híbridas em todo o novo catálogo de 2021. Assista:

A lista conta com:

  • Os Pequenos Vestígios

  • Judas and the Black Messiah

  • Tom & Jerry — O Filme

  • Godzilla vs Kong

  • Mortal Kombat

  • Those Who Wish Me Dead

  • Invocação do Mal 3

  • In the Heights

  • Space Jam: A New Legacy

  • O Esquadrão Suicida

  • Reminiscence

  • Malignant

  • Duna

  • The Many Saints of Newark

  • King Richard

  • Cry Macho

  • The Matrix 4

A Warner Bros também adiantou que terá mais de uma estreia por mês, até porque, só nesta lista, estão 17 títulos, muitos dos quais são bastante aguardados e trazem elencos recheados de grandes estrelas, a exemplo de Duna, Esquadrão Suicida, Space Jam: A New Legacy, Godzilla vs Kong, The Many Saints of Newark (prequela de Os Sopranos), entre outros. A ideia é, claro, engordar o número de assinantes do HBO Max, que também deve ter conteúdo exclusivo bastante comentado, como Zack Snyder’s Justice League.

Warner diz que estreias híbridas são “soluções criativas”

Os lançamentos simultâneos não têm sido bem vistos com bons olhos pelas redes de exibição, a exemplo da AMC e da Cinemark; e também foi duramente criticada por vários produtores, diretores e atores. Estúdios como o Legendary Pictures, que bancou grande parte dos custos de Godzilla vs Kong e tem lucros atrelados à bilheteria, já estão discutindo providências judiciais. E, por enquanto, não há detalhes sobre negociações entre a Warner e os profissionais e empresas, como aconteceu Mulher-Maravilha 1984, em que houve compensações financeiras para produtores, astros, diretores e com a AMC.

Além disso, há o fato da vacinação contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) ter começado, o que já anima o setor para o retorno das grandes estreias em salas de exibição ainda este ano — e isso iria contra o argumento da WarnerMedia, que, embora esteja nitidamente de olho no crescimento do HBO Max, coloca as estreias híbridas na conta da doença.

Imagem: Divulgação/WarnerMedia
Imagem: Divulgação/WarnerMedia

"Estamos vivendo em tempos sem precedentes que exigem soluções criativas, incluindo esta nova iniciativa para o Warner Bros Pictures Group. Ninguém quer os filmes de volta nas telonas mais do que nós. Sabemos que o novo conteúdo é a força vital da exibição teatral, mas temos que equilibrar isso com a realidade de que a maioria dos cinemas nos Estados Unidos provavelmente operará com capacidade reduzida ao longo de 2021”, disse a presidente e CEO do WarnerMedia Studios and Networks Group, Ann Sarnoff, em dezembro de 2020.

“Com este plano único de um ano, podemos apoiar nossos parceiros na exibição com um fluxo constante de filmes de classe mundial, enquanto oferecemos aos espectadores que podem não ter acesso ou não estão prontos para voltar aos cinemas a chance de ver nossos incríveis filmes de 2021”, complementou.

Certo é que o assunto ainda promete mais discussões. E, enquanto o setor se move devagar para questionar a WarnerMedia, o grupo segue seu roadmap para a temporada à toda velocidade.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: