Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,56
    -0,55 (-0,62%)
     
  • OURO

    1.780,40
    +3,70 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    23.450,97
    -533,88 (-2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,59
    -15,22 (-2,66%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.515,75
    -20,31 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    19.922,45
    +91,93 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.901,03
    -321,74 (-1,10%)
     
  • NASDAQ

    13.451,25
    -42,00 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2651
    +0,0059 (+0,11%)
     

Happy Hour de CEO da SolFácil tem Negroni e De Volta Para o Futuro

Fabio Carrara, da SolFácil, contou o que gosta de fazer em seu tempo de descanso. Quando pode, gosta de ir a Joanópolis, rever (já perdeu a conta) o clássico dos anos 80 De Volta Para o Futuro e saborear um belo filé à Parmegiana.

Na leitura, Carrara indica um livro de Bill Gates que trata da urgência em tratar da questão climática.

Energia verde

Apesar de todos os seus problemas, o Brasil caminha bem nessa área de transição para uma energia mais verde. Segundo dados de 2021 da Empresa de Pesquisa Energética, as fontes renováveis da matriz energética brasileira são biomassa de cana (19,1%), hidráulica (12,6%), lenha e carvão vegetal (8,9%) e outras renováveis (7,7%). Já as não renováveis são petróleo e derivados (33,1%), gás natural (11,8%), carvão mineral (4,9%), urânio (1,3%) e outras (0,6%).

A matriz elétrica é bem mais limpa, com 83% da energia vinda de fontes renováveis. Nesse caso, as hidrelétricas se destacam com 65%, seguidas por biomassa (9%) e eólica (quase 9%). A energia solar aparece com 1,7%.

No ano passado, o Brasil entrou para o grupo dos 15 países com mais capacidade instalada para produção de energia solar. Fábio Carrara contou que, neste ano o Brasil vai ficar em segundo lugar nesse mercado, atrás apenas da China.

Investimento e economia

Hoje, o preço médio de um equipamento de energia solar para uma casa varia de R$ 15 mil a R$ 50 mil.

Para se ter uma ideia, a placa fotovoltaica, aquela que fica no telhado, pode durar até 30 anos. Já o inversor, equipamento que converte a a energia gerada pelos painéis solares em corrente contínua em corrente alternada, talvez precise ser trocada após 15 ou 20 anos.

O uso da energia solar pode trazer uma economia de até 95% na conta de luz, segundo estimativas. Para se ter um retorno do investimento feito, calcula-se algo em torno de 5 anos, dependendo da incidência de sol na região, segundo Carrara.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos