Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.361,75
    -105,45 (-0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Handebol masculino: Brasil perde para a Alemanha e se despede de Tóquio

·1 minuto de leitura
O Brasil foi eliminado ao perder por 29 a 25 para a Alemanha no Yoyogi National Stadium em Tóquio no dia 1º de agosto de 2021

A seleção brasileira de handebol masculino perdeu neste domingo para a Alemanha por 29 a 25 e foi eliminada do torneio dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

O Brasil precisava vencer no Estádio Nacional de Yoyogi para seguir vivo, mas encerrou sua participação no Japão, com apenas uma vitória e quatro derrotas, na quinta posição do grupo A, à frente apenas da Argentina (a quem havia vencido).

Os quatro primeiros de cada grupo de seis seleções avançam às quartas de final.

A seleção brasileira sofreu um duro golpe logo aos 15 minutos de jogo, quando o goleiro Ferrugem lesionou o joelho direito no momento em que tentou em vão evitar um gol alemão e acabou deixando a quadra.

O Brasil parece ter sentido no final do primeiro tempo, que terminou 16 a 12 para a Alemanha.

A reação no segundo tempo não veio e a diferença chegou a aumentar para seis gols a favor dos alemães, terminando depois em 29 a 25.

O técnico Marcus Tatá elogiou sua equipe, após a eliminação: "Acho que os meninos têm que sair de cabeça erguida porque fizeram grandes jogos. Esse grupo é muito bom e pode evoluir cada vez mais".

Sobre o futuro da seleção brasileira, o treinador disse que antes de sonhar com os próximos Jogos Olímpicos, é preciso focar no Pan-americano no Chile, em 2023. "Acredito que a gente não pode pensar em Paris sem pensar em Santiago".

aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos