Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,87
    +0,10 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.855,10
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    32.206,45
    +32.206,45 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,79
    -23,11 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    30.159,01
    +711,16 (+2,41%)
     
  • NIKKEI

    28.822,29
    +190,84 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.468,25
    -7,25 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6392
    -0,0128 (-0,19%)
     

Hamilton vence GP de Bahrein de F1 após acidente assustador de Grosjean

·4 minuto de leitura

O britânico Lewis Hamilton, da equipe Mercedes, venceu neste domingo o Grande Prêmio de Fórmula 1 do Bahrein, uma corrida marcada pelo grave acidente sofrido pelo francês Romain Grosjean, da Haas, que escapou da morte depois que seu carro bateu violentamente contra o guard rail (muro de proteção), partiu ao meio e pegou fogo logo na primeira volta.

Grosjean foi levado para um hospital com "queimaduras leves" e "possível fratura nas costelas", segundo a equipe Haas.

O holandês Max Verstappen e o tailandês Alexander Albon, ambos da Red Bull, cruzaram a linha de chegada no circuito de Sakhir na segunda e terceira posições, respectivamente.

Após se consagrar pela sétima vez campeão da categoria na corrida realizada há 15 dias na Turquia, Hamilton conquistou neste domingo sua 11ª vitória em 15 provas disputadas nesta temporada e a de número 95 na carreira.

- Grosjean no meio das chamas -

Pouco depois da largada, na saída da curva 3, o francês fez uma manobra para a direita para se desviar de outros pilotos e acabou tocando com a roda direita traseira no bico do carro do russo Daniil Kvyat, da AlphaTauri, perdendo o controle e batendo de lado em alta velocidade no muro de proteção. Na colisão, o carro se partiu em dois e pegou fogo.

Grosjean ficou 29 segundos no meio das chamas até conseguir sair andando da célula de sobrevivência do veículo, aparentemente bem, sendo amparado em seguida por um membro da equipe de resgate.

Enquanto era atendido na ambulância, o piloto informou por rádio que estava bem.

Seguindo o protocolo de emergência, Grosjean foi levado imediatamente ao centro médico do autódromo de Sakhir, e as informações iniciais indicaram que ele teve queimaduras nas mãos, pés, tornozelos e suspeita de fratura de costela.

Depois dos primeiros atendimentos, o piloto da Haas foi transferido de helicóptero para o Hospital Central do Bahrein.

A corrida foi interrompida por cerca 1h30min para o conserto da barreira de proteção onde ocorreu o acidente.

Logo após a nova largada, ocorreu um novo acidente, agora envolvendo o carro do canadense Lance Stroll, da Racing point, que capotou após ser tocado pelo carro de Kvyat.

Com as rodas para o ar, o canadense foi retirado do cockpit com a ajuda da equipe médica da F1 e o safety car entrou na pista para interromper a corrida. Por conta do acidente, Kvyat foi penalizado com 10 segundos.

O inglês Lando Norris (McLaren) e o espanhol Carlos Sainz (McLaren), terminaram em quarto e quinto, respectivamente.

O francês Pierre Gasly (AlphaTauri), o australiano Daniel Ricciardo (Renault), o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), que teve dois pneus furados, o francês Esteban Ocon (Renault) e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) completaram a lista dos 10 primeiros Top 10.

O mexicano Sergio Pérez (Racing Point) teve de abandonar a quatro voltas do fim, devido a um problema no motor, quando estava em terceiro.

-- Classificação geral do Grande Prêmio do Bahrein, 15ª etapa (de um total de 17) do Mundial de Fórmula 1, disputado no circuito de Sakhir (5,412 km):

1. Lewis Hamilton (ING/ Mercedes) os 308,238 km em 2h59: 47,515 (velocidade média: 102,864 km / h)

2. Max Verstappen (HOL / Red Bull-Honda) em 1.254

3. Alexander Albon (THA / Red Bull-Honda) à 8.005

4. Lando Norris (ING / McLaren-Renault) em 11.337

5. Carlos Sainz Jr (ESP / McLaren-Renault) em 11.787

6. Pierre Gasly (FRA / AlphaTauri-Honda) em 11.942

7. Daniel Ricciardo (AUS / Renault) em 19.368

8. Valtteri Bottas (FIN / Mercedes) em 19.680

9. Esteban Ocon (FRA / Renault) em 22.803

10. Charles Leclerc (MON / Ferrari) a 1 volta

11. Daniil Kvyat (RUS / AlphaTauri-Honda) a 1 volta

12. George Russell (ING / Williams-Mercedes) a 1 volta

13. Sebastian Vettel (ALE / Ferrari) a 1 volta

14. Nicholas Latifi (CAN / Williams-Mercedes) a 1 volta

15. Kimi Räikkönen (FIN / Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

16. Antonio Giovinazzi (ITA / Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

17. Kevin Magnussen (DIN / Haas-Ferrari) a 1 volta

18. Sergio Pérez (MEX / Racing Point-Mercedes) não terminou

Volta mais rápida: Max Verstappen (HOL / Red Bull-Honda) 1: 32,014 na volta 48 (média: 211,741 km / h)

Abandonos:

Romain Grosjean (FRA / Haas-Ferrari): acidente na 1ª volta

Lance Stroll (CAN / Racing Point-Mercedes): acidente na 2ª volta

Sergio Pérez (MEX / Racing Point-Mercedes): motor da 54ª volta (classificado)

pel/bpa/mcd/dr/lca