Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.315,90
    +1.903,43 (+4,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Hackathon da Fiocruz investirá R$ 8,3 milhões em soluções tech contra COVID-19

·2 min de leitura

A Fiocruz Brasília e a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec) anunciaram o evento "Hackatona: Inovação digital na atenção primária à saúde para o enfrentamento da covid-19 e suas consequências", com inscrições gratuitas e que será realizada em janeiro de 2022.

O objetivo da hackathon é selecionar e desenvolver propostas que apresentem soluções inovadoras de produtos, serviços e processos que permitam oferecer à sociedade do Distrito Federal recursos digitais para o enfrentamento da covid-19 e suas consequências sanitárias, sociais e econômicas.

As equipes participantes devem ser compostas por no mínimo três e no máximo cinco participantes, e os integrantes podem ser de diferentes áreas. Pessoas que não tiverem uma equipe também poderão se inscrever e os organizadores do evento ajudarão na formação dos grupos.

A hackathon será dividida em três etapas: maratona de desenvolvimento das ideias; incubação das propostas selecionadas; e desenvolvimento de protótipos e incorporação das soluções inovadoras. Ao final do evento, serão selecionados até 20 produtos inovadores que terão investimentos de cerca de R$ 8,3 milhões para o seu desenvolvimento, vindos do patrocínio da Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação do Distrito Federal (FAP-DF).

Para o coordenador do Colaboratório da Fiocruz Brasília, Wagner Martins, a iniciativa é um importante passo para aproveitar tecnologias na saúde pública. "A hackatona é um processo inovador de seleção de projetos para solucionar problemas de saúde pública, com as possibilidades que as tecnologias digitais nos trazem. A construção desses projetos contará com a cooperação de técnicos da SES-DF e da Picaps. Esperamos incorporar soluções que estejam alinhadas com as necessidades da gestão e da saúde comunitária no que diz respeito às determinações provocadas pela pandemia de covid-19."

As inscrições são gratuitas e estarão abertas de 29 de novembro até 20 de dezembro de 2021, e podem ser feitas aqui. A hackathon será realizada de 12 a 14 de janeiro de 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos