Mercado abrirá em 20 mins
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,00
    +2,82 (+4,26%)
     
  • OURO

    1.787,80
    +11,30 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    57.001,88
    -391,55 (-0,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.466,63
    +23,85 (+1,65%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.149,97
    +90,52 (+1,28%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.373,75
    +223,25 (+1,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3929
    +0,0229 (+0,36%)
     

Há certa preocupação com eventual impacto de volatilidade de criptoativos, diz diretora do BC

·1 min de leitura

BRASÍLIA (Reuters) - A diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos​ do Banco Central, Fernanda Guardado, afirmou nesta terça-feira que existe "certa preocupação" com a volatilidade que os criptoativos podem trazer ao sistema financeiro, mas não para agora.

Em webinário promovido pela Aberj, ela afirmou que os criptoativos são vistos mais como um ativo financeiro e um investimento pelos brasileiros em meio à busca por ativos no exterior.

"Há uma certa preocupação com os impactos que a volatilidade desses ativos podem trazer diante de uma demanda muito grande, de um avanço muito grande dentro de balanços de fundos, e portfólios e bancos no tempo, não agora", afirmou.

Sem especificar a moeda, Guardado afirmou que um volume de 20 bilhões já é observado em criptoativos detidos por brasileiros. Segundo dados até setembro do BC, o estoque total já alocado historicamente pelos brasileiros em criptoativos é de 12 bilhões de dólares.

Sobre a moeda digital brasileira, ela afirmou que a CBDC ainda está em fase embrionária e que o BC quer tocar o tema "com bastante cuidado".

(Por Marcela Ayres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos