Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.537,69
    +1.693,95 (+1,56%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.861,93
    +304,28 (+0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,51
    +0,22 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.775,40
    +11,60 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    42.073,84
    -1.812,28 (-4,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.045,81
    -18,03 (-1,70%)
     
  • S&P500

    4.354,15
    -3,58 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.922,40
    -48,07 (-0,14%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.046,50
    +37,00 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1970
    -0,0477 (-0,76%)
     

Guns N' Roses volta aos palcos com mensagem pró-vacina no telão

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Os Guns N' Roses fizeram no sábado (31) seu primeiro show desde o início da pandemia. A banda se apresentou no Hersheypark Stadium em Hershey, no estado americano da Pensilvânia, em um evento que serviu como teste para o retorno de atividades culturais na região.

A pandemia da Covid-19, por sinal, foi tema de um dos destaques do show que marcava o retorno de Axl Rose e companhia aos palcos. Na abertura do concerto, a banda exibiu um vídeo com uma mensagem pró-vacina.

No telão, imagens da icônica logo do grupo apareceram com desenhos de uma vacina.

O vídeo exibia ainda um QR code que permitia que o público acessasse a loja oficial da banda e comprasse os produtos pelo celular. De acordo com o site Penn Live, essa foi apenas uma das medidas tomadas pela produção do evento para diminuir os riscos de contaminação dos presentes.

Para reduzir o número de transações "mão a mão", todos os bares e lojas montados no estádio recomendaram que os pagamentos fossem feitos por cartão de crédito. Por determinação do governo da Pensilvânia, a produção também que disponibilizar álcool em gel para o público.

Não havia a exigência do uso de máscaras, mas para entrar no estádio os fãs tiveram que mostrar comprovantes de vacinação. Ainda de acordo com o Penn Live, o público não se conteve de "se aglomerar" ao som de hits como "Paradise City" e "Welcome to the Jungle".

O público não foi revelado, mas, segundo a publicação, milhares lotaram todos os espaços do estádio, que tem capacidade para 15 mil pessoas.

Os fãs que estavam com saudades de um show dos Guns N' Roses puderam desfrutar de um repertório cheio de sucessos. Foram 20 músicas no setlist, sendo oito do álbum de estreia da banda, "Appetite for Destruction", de 1987.

O grupo agora segue em uma grande turnê pelos Estados Unidos, com mais de 20 shows confirmados até outubro. Em novembro, eles saem para uma tour na Oceania.

A última apresentação dos Guns N'Roses aconteceu poucos dias antes da pandemia ser decretada no mundo todo. No dia 14 de março de 2020, a banda fez um show no festival Vive Latino, na Cidade do México.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos