Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,01
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.868,90
    +3,00 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    40.359,72
    +1.412,28 (+3,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.002,43
    +33,59 (+3,47%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.119,00
    -5,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1456
    +0,0141 (+0,23%)
     

Guedes prevê dólar a R$3 em três anos e diz que Mercosul ‘aprisionou’

·1 minuto de leitura
  • Paulo Guedes estimou que dólar pode recuar a R$3 em três anos

  • Ele falou ainda que achava que o trabalho na pasta de economia seria mais fácil.

  • Guedes disse que o Mercosul “aprisionou” o Brasil economicamente.

O ministro da economia brasileira, Paulo Guedes, afirmou durante evento nesta semana que hoje é um bom momento para a entrada de investidores estrangeiros no Brasil, por causa da alta do dólar, cotado atualmente em cerca de R$ 5,3.

Leia também:

Ele afirma que entrar a essa cotação pode ser uma vantagem, visto que ele prevê que em três anos, o dólar tende a cair contra a moeda brasileira, e chegar a ser cotado a R$3.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Outros economistas, como do banco francês Société Générale, estimam que ele possa chegar a R$6 até o final do ano.

Guedes falou ainda que achava que o trabalho no Ministério da Economia era mais fácil do que é realmente, e deu os parabéns a antigos gestores da pasta. As informações são de reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.

O ministro disse que o Brasil precisa ser “protagonista” de grandes investimentos em obras de infraestrutura na América Latina, mas que não pode se limitar a isso, voltando a criticar o projeto do Mercosul, que em suas palavras e avaliação, “aprisionou” o país no passado.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube