Mercado abrirá em 8 h 31 min
  • BOVESPA

    120.636,39
    -605,24 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.495,41
    -962,61 (-2,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,38
    +0,40 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.847,90
    +7,70 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    35.719,26
    -515,98 (-1,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    709,18
    -6,02 (-0,84%)
     
  • S&P500

    3.798,91
    +30,66 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    30.930,52
    +116,26 (+0,38%)
     
  • FTSE

    6.712,95
    -7,70 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    29.768,05
    +125,77 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.504,38
    -129,08 (-0,45%)
     
  • NASDAQ

    13.035,00
    +49,50 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5065
    +0,0079 (+0,12%)
     

Guedes faz apelo por cooperação internacional na área ambiental em cúpula da OCDE

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez nesta segunda-feira um apelo por cooperação internacional na área ambiental, afirmando que o Brasil precisa de apoio e compreensão no seu esforço de fiscalizar a preservação dos seus recursos naturais.

Em discurso na sessão de abertura de cúpula ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com países da América Latina e Caribe, Guedes disse que o Brasil é um dos países que melhor defendem seus recursos naturais e sabe respeitar o meio-ambiente e os povos indígenas, mas argumentou que o território é grande e que o governo precisa de apoio para atuar "da melhor forma possível".

Ao mesmo tempo em que pediu apoio, o ministro disse que o país não aceitará "falsas narrativas" sobre sua atuação na área ambiental, frisando que há interesses protecionistas por trás de acusações ao Brasil nessa questão. Guedes também afirmou que o país não abrirá mão de sua soberania na região amazônica.

"Queremos ajuda, mas não aceitamos falsas narrativas sobre o que aconteceu no Brasil" nos últimos anos, disse o ministro.

Guedes afirmou ainda que o país quer ampliar sua integração internacional, inclusive no âmbito regional. Depois de fechar um acordo Mercosul-União Europeia, o Brasil está empenhado em ser aceito como membro da OCDE e também negocia acordos com Coreia, Japão e Efta (que reúne Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), afirmou.

Ao falar sobre a ação do governo em meio à crise da pandemia do Covid-19, Guedes disse que o governo está decidido a ampliar a base dos beneficiados por programas de assistência social, e quer conectar essas políticas com o mercado de trabalho.

(Por Isabel Versiani)