Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.378,54
    +4.050,91 (+7,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Guedes e Bolsonaro 'não estão nem aí' para recuperação econômica, diz Dilma

·2 minuto de leitura
PARIS, FRANCE - MARCH 02: Former Brazilian President Dilma Rousseff adresses voters during a Anne Hidalgo meeting on March 02, 2020 in Paris, France. Anne Hidalgo is running for a second term as Paris mayor. (Photo by Aurelien Meunier/Getty Images)
Foto: Aurelien Meunier/Getty Images.
  • Para ela, elites econômicas são insensíveis com a situação do país

  • Ex-presidente comentou offshore do Ministro da Economia

  • Petista defendeu estatais brasileiras

Para a ex-presidente e economista Dilma Rousseff (PT), o ministério da Economia encabeçado por Paulo Guedes e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “não estão nem aí” para o fim da crise econômica brasileira.

Isso pode ser visto, segundo a economista, pela revelação das contas offshore de Guedes, que mantém grandes valores em paraísos fiscais. "Guedes é homem de mercado financeiro e não é por nada que tem seu dinheiro bem guardadinho nas Ilhas Virgens".

"No Brasil se discute para o que é o paraíso fiscal, não é só para crime e corrupção, ele foi criado para esconder recursos ligados ao fisco nacional", avaliou.

Segundo ela, a “insensibilidade” da elite econômica, refletida nas políticas de Paulo Guedes, é uma das grandes causadoras dos problemas que o Brasil enfrenta.

Leia também:

"A insensibilidade da elite tem origem na escravidão, a elite jamais respeitou o povo. É isso que se vê nas falas do Guedes", afirmou ano programa Entre Vistas, da Rede TVT.

A petista disse que sem impeachment em 2016 foi uma "conspiração com objetivo claro" de colocar o país em um regime neoliberal, "que vem sendo imposto ao mundo pela hegemonia dos Estados Unidos e, aqui, é refletido em nossas elites internacionalizadas".

Na análise de Dilma, isso retirou espaço de programas sociais de combate à pobreza e à fome e dos de incentivo à geração de empregos. 

A ex-presidente falou também sobre a crise energética e o risco de apagão no Brasil: "essa conversa é um absurdo". Ela lembrou de um momento de crise parecido em 2001.

“Hoje o Brasil tem muito mais condições de enfrentar a situação, porque ampliamos hidrelétricas e termelétricas, fizemos gasodutos. A Eletrobras e Petrobras foram essenciais para enfrentar a crise de apagão. Mas estamos catastróficos na área da gestão. Ignoraram todos os sinais de que haveria problema de seca no Brasil, nunca tomaram as providências que deviam, só de forma atrasada."

Dilma usou o exemplo da Petrobras para destacar a importância das empresas estatais brasileiras e os riscos que representam suas vendas, ainda mais para entidades internacionais. "Estatais são as armas de reconstrução do país para estancar a sangria da perda de pedaço da soberania".

"O outro pedaço é proteção do meio ambiente e população indígena, se não pudermos interromper e reconstruir logo teremos um problema seríssimo no futuro, algumas coisas não se recuperam mais", explicou.

Outro tema salientado pela ex-presidente é o crescimento preocupante da fome no país. "Temos hoje dados de órgãos que mostram que quase 112 milhões de brasileiros, crianças e adultos, passam alguma forma de carência e insegurança alimentar".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos