Mercado fechará em 3 h 48 min
  • BOVESPA

    125.548,85
    +936,82 (+0,75%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.153,93
    +243,40 (+0,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,09
    +0,44 (+0,61%)
     
  • OURO

    1.799,60
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    39.786,47
    +1.580,12 (+4,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    933,13
    +3,20 (+0,34%)
     
  • S&P500

    4.404,92
    +3,46 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.001,68
    -56,84 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    15.012,50
    +64,75 (+0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0892
    -0,0192 (-0,31%)
     

Guedes diz que se pandemia persistir até outubro auxílio emergencial será de novo estendido

·1 minuto de leitura
Ministro Paulo Guedes em evento em Brasília

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira que se a pandemia persistir até outubro, quando terminará mais uma renovação do auxílio emergencial, o benefício será estendido novamente.

O ministro disse ainda que na segunda-feira deverá voltar a divulgar um "bom" número de geração de empregos. Ele se referia aos dados do Caged, que compila números de postos formais de emprego, de maio.

Guedes voltou a destacar o crescimento da economia, acompanhado de geração de empregos e de queda da dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB). Segundo o ministro, esse número deve cair a 84% ao fim deste ano.

O ministro participa de reunião mensal na Comissão Temporária da Covid-19 do Senado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos