Mercado abrirá em 9 h 58 min
  • BOVESPA

    99.605,54
    -1.411,42 (-1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.001,31
    -244,55 (-0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,81
    -0,76 (-1,92%)
     
  • OURO

    1.907,80
    -4,10 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    13.714,57
    -7,03 (-0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    271,76
    +10,47 (+4,01%)
     
  • S&P500

    3.390,68
    -10,29 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    27.463,19
    -222,19 (-0,80%)
     
  • FTSE

    5.728,99
    -63,02 (-1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.705,36
    -81,83 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    23.420,43
    -65,37 (-0,28%)
     
  • NASDAQ

    11.535,00
    -53,00 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6821
    -0,0411 (-0,61%)
     

Guedes comemora criação de emprego e diz que Brasil "volta aos trilhos"

Mariana Ribeiro e Lu Aiko Otta
·1 minuto de leitura

O ministro aproveitou para reafirmar as bases do programa econômico e reafirmar que o novo programa de renda mínima não vai furar o teto de gastos. De surpresa, o ministro da Economia, Paulo Guedes, participou da entrevista em que é divulgado o resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês de agosto. Com um resultado de 249.388 empregos formais abertos, foi o melhor mês de agosto desde 2010. O ministro aproveitou para reafirmar as bases do programa econômico e reafirmar que o novo programa de renda não vai furar o teto de gastos. “Estamos anunciando a maior geração de emprego desde agosto de 2010”, comemorou. “Havíamos dito que esperávamos recuperação em ‘V’.” Ele acrescentou que houve geração de emprego em todos os setores. O ministro ressaltou o sucesso do BEm, o programa que permitiu suspender temporariamente contratos de trabalho e reduzir proporcionalmente jornadas de trabalho e salários. Pelos bons resultados, diz, o programa foi estendido por mais dois meses. Conforme dados do Caged, a indústria se destacou pela geração de empregos. “Vamos reindustrializar o Brasil”, afirmou Guedes. “Estamos voltando para os trilhos.” Ele acrescentou que o programa econômico prossegue e que o governo enviará ao Congresso as novas etapas da reforma tributária. “Vamos simplificar os impostos”, disse. O ministro ressaltou o papel do Pronampe, que financia micro e pequenas empresas, e, segundo ele, fez o dinheiro chegar à base. “Foi extraordinário sucesso”, frisou. A construção civil, disse, manteve a atividade econômica “pulsando” durante a crise. Nos últimos dois meses, a Caixa registrou a maior expansão de crédito imobiliário da história recente, disse. "Dissemos que iríamos surpreender o mundo”, afirmou. Segundo Guedes, o Congresso continua promovendo reformas e o presidente Jair Bolsonaro está apoiando a política econômica, informou. Jorge William/Agência O Globo