Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    -0,14 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    41.189,35
    -515,30 (-1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,27 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,81 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    +10,75 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Guarani sai na frente, mas CSA arranca empate pela Série B

·4 minuto de leitura


Não foi desta vez que o CSA conquistou seu primeiro feito no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta terça-feira, pela 4ª rodada, no estádio Rei Pelé, em Maceió, a equipe alagoana tomou um susto ao sair perdendo do Bugre com gol marcado por Bidu, porém, momentos depois, Silvinho, conseguiu o tento de igualdade para os donos da casa fechando o placar em 1 a 1.

Com o resultado, o clube de Alagoas chegou aos 2 pontos somados, saindo do Z4 e pulando para a 16ª colocação. Já o clube de Campinas chegou aos 5 pontos, subindo para o 6º lugar na classificação.

INÍCIO MELHOR DO GUARANI

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do Guarani não quis saber de sofrer a tradicional pressão inicial por parte do CSA. Nos primeiros movimentos, a equipe de Campinas tentava manter a posse de bola visando chegar ao seu campo de ataque, porém não oferecendo muito perigo nas suas finalizações contra o goleiro Raul, estreante da noite.

CSA MELHORA, MAS BUGRE É QUEM CRIA PRIMEIRA GRANDE CHANCE

Até meados dos 20 minutos, a equipe do Azulão passou a equilibrar mais as ações em campo. Porém, não muito diferente da postura dos visitantes, praticamente não deu trabalho ao arqueiro Gabriel Mesquita nas finalizações de Kevyn e Dellatorre.

Por outro lado, momentos antes, foi o Bugre quem quase abriu a contagem no Rei Pelé. Após boa descida, Davó recebeu passe açucarado e, depois de girar rápido, acertou a trave do gol defendido pelo camisa 12, para lamentação do atacante.

AZULÃO DEVOLVE NA MESMA MOEDA E PERDE CHANCE INCRÍVEL

Já na reta final da primeira etapa, a equipe alagoana, de certa forma, era melhor em campo apesar de algumas investidas por parte do adversário. Entretanto, aos 39 minutos, Yago, praticamente cara a cara com o arqueiro, acabou chutando pra fora, perdendo um gol incrível, para desespero de Bruno Pivette que não acreditou no que viu, mantendo o placar parcial sem gols.

GUARANI ABRE A CONTAGEM NA ETAPA COMPLEMENTAR

Voltando a campo, apenas o treinador do Azulão é quem optou por mudanças, colocando o volante Giva Santos, outro estreante no time, no lugar de Gabriel Tonini. Porém, quem levou a melhor foram os visitantes. Aos 5 minutos, Bidu escapando pelo lado esquerdo, avançou até a grande área para bater rasteiro e marcar o primeiro no duelo. Bugre 1 a 0.

MUDANÇAS DE AMBOS OS LADOS, E AZULÃO EMPATA

Vendo o rival em vantagem no confronto, novamente Bruno recorreu aos seus suplentes. Na expectativa de encontrar o tento de igualdade, Vitor Costa e Silvinho foram os escolhidos para dar mais movimentação ao setor ofensivo do Azulão, enquanto do outro lado, Daniel não ficou para trás e também optou por mudanças colocando Lucão do Break e Eliel em campo.

E as substituições feitas por parte dos mandantes acabaram surtindo efeito. Aos 21 minutos, momentos depois de entrar, Silvinho chegou batendo direto pro gol, igualando tudo após cruzamento na medida de Gabriel.

CSA CRESCE, MAS NÃO ENCONTRA O GOL DA VIRADA

Visivelmente melhor no jogo, o time da casa passou a sufocar o Guarani em seu campo de defesa. Em diversas chances seguidas, buscando Dellatorre e companhia, o sistema defensivo do alviverde sofreu para afastar o perigo que rondava sua área, conseguindo segurar-se até os acréscimos dados pela arbitragem somando um importante ponto na casa do rival.


FICHA TÉCNICA
CSA x GUARANI - 4ª RODADA DO BRASILEIRÃO SÉRIE B
Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 15 de junho de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (CBF-SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (FIFA-SC) e Thiaggo Americano Labes (CBF-SC)
Cartões amarelos: Dellatorre e Iury (CSA) / Bidu, Bruno Sávio, Bruno Silva e Eliel (GUA)
Cartões vermelhos: -

GOL: Bidu, 5'/2ºT; Silvinho, 21'/2ºT

CSA (Técnico: Bruno Pivetti)
Raul; Norberto (Cristovam, aos 41'/2ºT), Matheus Felipe, Lucão e Kevyn (Vitor Costa, aos 16'/2ºT); Gabriel Tonini (Giva Santos, intervalo), Gabriel e Nadson (Silvinho, aos 16'/2ºT); Yago (Marco Túlio, aos 41'/2ºT), Iury e Dellatorre.

GUARANI (Técnico: Daniel Paulista)
Gabriel Mesquita; Diogo Mateus, Ian Carlo (Pablo, aos 25'/1ºT), Carlão e Bidú; Bruno Silva, Índio e Tony (Eliel, aos 17'/2ºT); Bruno Sávio (Allanzinho, aos 30'/2ºT), Matheus Souza (Titi, aos 30'/2ºT) e Davó (Lucão, aos 17'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos