Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.313,70
    +16,34 (+0,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5559
    +0,0503 (+0,91%)
     

GTIS Partners vende 60% do Infinity Tower, em SP, por US$172 milhões

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Infinity Tower, em São Paulo
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de investimentos imobiliários GTIS Partners anunciou nesta quinta-feira a venda de 62% do edifício comercial Infinity Tower, na capital paulista, por 172 milhões de dólares.

O edifício localizado no bairro paulistano do Itaim Bibi abriga escritórios da Meta e do Goldman Sachs, é avaliado em cerca de 277 milhões de dólares, segundo a GTIS.

Segundo o presidente e diretor de investimentos da GTIS Partners, Tom Shapiro, a operação mostra que imóveis de alta qualidade no Brasil seguem atraentes para investidores, apesar do debate atual sobre a necessidade de escritórios", com cada vez mais empresas adotando o trabalho remoto após a pandemia.

A fatia da GTIS foi comprada pelas empresas Lucio, Omar Maksoud e AMY, que participam do empreendimento desde 2007 e que, juntas, passam agora a deter 100% do ativo.

(Por Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos