Mercado fechado

Grupo Volkswagen promete lançar 75 elétricos e 60 híbridos até 2029

feedback@motor1.com (Anthony Alaniz)
Volkswagen ID.3

Produção do hatch VW ID.3 começou no início de novembro

O Grupo Volkswagen revelou alterações em seus planos de curto e longo prazo, anunciando que irá focar ainda mais na eletrificação, com mais investimentos neste tipo de motorização. No curto prazo, a empresa irá investir 60 bilhões de euros (cerca de R$ 278 bilhões) até 2024 na mobilidade elétrica, híbridos e mais, enquanto o plano de longo prazo é lançar 75 veículos elétricos e 60 híbridos até o fim de 2029.

O futuro elétrico da Volkswagen

A Volkswagen planeja vender 26 milhões de carros elétricos até 2029, além de seis milhões de híbridos. Desta quantidade, cerca de 20 milhões terão a plataforma modular MEB de carros elétricos, que estreou no ID.3, enquanto os seis milhões restantes usarão a base PPE, feita para veículos e mais caros, como o Porsche Taycan e o Audi e-tron. A fabricante irá montar EVs em 16 fábricas diferentes pelo mundo.

No entanto, o Grupo Volkswagen não alcançará esta meta sem preparar terreno, por isso o investimento de 60 bilhões de euros. Esta quantidade é "mais de 40% dos investimentos da companhia em propriedades, complexos industriais, equipamentos e custos de desenvolvimento e pesquisa durante o período de planejamento". Aproximadamente 3 bilhões de euros serão usados na mobilidade elétrica.

Enquanto esta notícia faz com que pareça um exagero por parte da Volkswagen, não é o caso. Este plano revisado é anunciado poucos dias depois do início da produção do VW ID.3, que é o primeiro dos várias EVs planejados pela empresa. A fabricante já trabalha em um segundo modelo, o crossover ID.4, que será produzido nos EUA, além de um novo modelo que será revelado no dia 19 de novembro, durante o Salão de Los Angeles.

Os esforços do Grupo Volkswagen para lançar elétricos e híbridos são ambiciosos. É um sinal de que a empresa está pronta para superar o escândalo do Dieselgate, que ainda assombra a fabricante com multas na Europa. Não há como cravar como será o futuro da indústria automotiva na próxima década mas, para a VW e muitas outras montadoras, ele será eletrificado.