Mercado abrirá em 2 h 17 min
  • BOVESPA

    110.334,83
    +299,66 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.784,58
    +191,67 (+0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,64
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.725,80
    +2,80 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    49.141,45
    +1.858,96 (+3,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    988,66
    +2,01 (+0,20%)
     
  • S&P500

    3.901,82
    +90,67 (+2,38%)
     
  • DOW JONES

    31.535,51
    +603,14 (+1,95%)
     
  • FTSE

    6.623,11
    +34,58 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    29.095,86
    -356,71 (-1,21%)
     
  • NIKKEI

    29.408,17
    -255,33 (-0,86%)
     
  • NASDAQ

    13.207,50
    -72,25 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7721
    -0,0235 (-0,35%)
     

Grupo protocola projeto para sócios-torcedores votarem nas eleições do Botafogo

Sergio Santana
·1 minuto de leitura


Existe uma tentativa de tentar fazer as votações à presidência do Botafogo mais amplas, abraçando mais pessoas. Nesta quarta-feira, foi protocolado um documento encabeçado pela Chapa Verde, derrotada nas últimas eleições, realizadas em novembro do ano passado, solicitando que sócios-torcedores possam participar e ter direito a voto no próximo pleito do Alvinegro, em 2024.

O Botafogo ainda pode se salvar? Simule a tabela do Brasileirão

O documento foi assinado pelos 25 conselheiros da Chapa Verde, incluindo Walmer Machado, candidato à presidência derrotado por Durcesio Mello, atual mandatário do Glorioso, nas últimas eleições.

Agora, o documento será encaminhado ao Conselho Deliberativo do Botafogo, que abrirá uma votação interna sobre o pedido da Chapa Verde. Vale ressaltar que Durcesio Mello, no dia da cerimônia de posse, em 4 de janeiro, afirmou que o desejo dos votos para sócios-torcedores é um desejo pessoal.

No documento, a Chapa Verde afirma que haverão duas modalidades de sócios: os que moram no Rio de Janeiro e aqueles que residem fora da Cidade Maravilhosa. O primeiro custará entre R$ 40 e R$ 50 e o segundo entre R$25 e R$ 32 - além de custos adicionais que podem ser escolhidos por cada pessoa, como, por exemplo, um pacote para poder ir aos jogos da temporada.

A Chapa Verde que o dinheiro arrecadado por meio dos sócios que terem interesse em votar será dividido para o investimento do clube: 20% para a subsistência do CT, 60% para a manutenção dos contratos de jogadores da base e contratação de atletas, 10% para marketing, publicidade e propaganda e outros 10% para reserva financeira.