Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.817,63
    -284,36 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.523,41
    -984,94 (-1,88%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,50
    -1,05 (-1,23%)
     
  • OURO

    1.829,20
    -13,40 (-0,73%)
     
  • BTC-USD

    37.979,86
    -4.761,57 (-11,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    890,22
    +647,54 (+266,83%)
     
  • S&P500

    4.405,65
    -77,08 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    34.284,78
    -430,61 (-1,24%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.481,75
    -359,25 (-2,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1854
    +0,0553 (+0,90%)
     

Grupo Primo abre vaga para programador blockchain

·2 min de leitura
Bruno Perini e Tiago Nigro, sócios do Grupo Primo
Bruno Perini e Tiago Nigro, sócios do Grupo Primo

O Grupo Primo, empresa que detém algumas marcas famosas no Brasil, abriu uma vaga para programador blockchain. O setor está aquecido com a procura por profissionais que possam desenvolver em redes blockchain, um setor novo e do qual muitos profissionais de TI ainda nem ouviram falar.

Para trabalhar como programador blockchain, é necessário experiência com algumas linguagens como Java, Python, JavaScript, Solidity e outras.

Comparação de várias blockchains e quais as linguagens necessárias para trabalhar com elas
Comparação de várias blockchains e quais as linguagens necessárias para trabalhar com elas

Além disso, é bom conhecer a dor das empresas e o que elas precisam resolver de problema com essa tecnologia. Dessa forma, os profissionais podem chegar mais capacitados em uma área promissora para vários campos de inovação.

Grupo Primo abre vaga para programador blockchain, como se candidatar?

O Grupo Primo, empresa que detém as marcas Primo Rico, Finclass e Staage, anunciou uma vaga de trabalho para programador com experiência em blockchain.

Segundo a vaga divulgada na última quarta-feira (5) pelo site da empresa, o profissional deverá ter experiência com o desenvolvimento em Solidity.

“Como Desenvolvedor Solidity você fará parte da criação de um squad dedicado a blockchain e suas tecnologias, poderá participar e criar novas tecnologias que irão agregar para o futuro do Grupo Primo.”

Com foco em educação no mercado financeiro e empreendedorismo digital, o Grupo Primo tem crescido sua adoção no mercado de criptomoedas e já lançou até uma coleção de NFTs própria, além de um curso chamado Viver de Renda Cripto, em parceria com a Paradigma Education.

Assim, os requisitos deste profissional estarão alinhados com o futuro de inovações do grupo, bastando que o interessado preencha os requisitos de conhecimento em Sdks de javascript para ethereum (web3.js, ether.js), bibliotecas para Smart Contracts (Truffle, hardhat) e experiência em CI/CD. Essa vaga permite que o profissional trabalhe de forma remota.

O cargo oferece salário compatível com o mercado e benefícios diversos, como Vale Refeição, Vale Alimentação, Vale-transporte, Plano de Saúde e Odontológico Sul América (ampliado aos dependentes), Seguro de Vida, Auxílio Creche e Acesso Gratuito às nossas plataformas.

Sócio do Grupo Primo, Bruno Perini também gravou em seu Instagram uma chamada para essa vaga de trabalho.

Grupo Primo deverá aceitar Bitcoin como meio de pagamento por todos os seus produtos

Em setembro de 2021, Thiago Nigro anunciou em seu Twitter que estava seriamente considerando aceitar Bitcoin em todas as plataformas do Grupo Primo como meio de pagamento.

Ainda não está claro quando isso deverá acontecer, mas mostra que essa empresa está vivendo a realidade das criptomoedas e crescendo no setor.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos