Mercado fechado

Grupo francês Lagardère obtém importante apoio financeiro do Estado

·1 minuto de leitura
Grupo registrou volume de negócios em queda no terceiro trimestre

Duramente atingido pelos efeitos da pandemia da covid-19, o grupo francês Lagardère obteve um empréstimo garantido pelo Estado francês de 465 milhões de euros (US$ 560 milhões) - conforme publicado no Diário Oficial neste domingo (3).

Dirigido por Arnaud Lagardère e proprietário da editora Hachette, das lojas Relay, ou da Europe 1, Paris Match e Journal du Dimanche, o grupo registrou um faturamento de 38% no terceiro trimestre, a 1,2 bilhão de euros (US$ 1,46 bilhão).

A receita das lojas em estações ferroviárias e aeroportos despencou 66%, a 393 milhões de euros (US$ 478 milhões), depois de terem caído 55% no primeiro semestre.

Os empréstimos garantidos pelo Estado permitem facilitar o apoio financeiro a uma empresa com dificuldades de caixa.

Em caso de não reembolso, o Estado se compromete a assumir a maior parte do crédito reembolsável, neste caso, 80% do total.

O grupo Lagardère SCA fez este empréstimo ante alguns estabelecimentos bancários, entre eles BNP Paribas, Commerzbank e Société Générale.

myl/soe/spi/me/pc/tt