Mercado abrirá em 2 h 51 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,16
    +0,08 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.781,80
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    33.262,86
    -776,96 (-2,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    803,95
    -6,24 (-0,77%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.092,87
    +18,81 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.349,00
    +86,00 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9365
    +0,0080 (+0,13%)
     

Grupo com IBM, Google e Microsoft trabalha em novo padrão de segurança na nuvem

·2 minuto de leitura

Microsoft, Google e IBM se juntaram a um novo grupo de trabalho conhecido como Cloud Security Notification Framework (CSNF) — Estrutura de Notificação de Segurança na Nuvem, em português — para criar novos padrões abertos de segurança compartilhados entre a indústria. A intenção é facilitar a integração de soluções confiáveis em ferramentas e serviços que dependam da estrutura da nuvem para funcionar.

A iniciativa é comandada pela ONUG, uma comunidade dedicada à nuvem que pretende criar padrões abertos de governança na rede. Ao TechCrunch, o cofundador e copresidente da ONUG, Nick Lippis, afirmou que o campo da segurança é uma área que pode oferecer um valor imediato à comunidade.

Além dos grandes nomes da indústria que fornecem estrutura de armazenamento e acesso remoto, a CSNF também atraiu o apoio de grandes clientes dessas estruturas, como FedEX, Goldman Sachs e Pfizer. Embora a Amazon (com seu AWS) esteja ausente do grupo no momento, Lippis acredita que a empresa (assim como outros nomes do mercado) vai se juntar a ele assim que suas ações gerarem resultados e amadurecerem.

Alertas de segurança em comum

O primeiro passo do grupo de trabalho é criar um formato em comum para alertas de segurança para eventos ocorridos na nuvem. Para isso, o CSNF pretende criar um diálogo aberto entre seus membros e vendedores de serviços que dependem de suas infraestruturas. “A beleza do que fazemos é que agora temos consumidores e também provedores trabalhando junto e colaborando”, explicou Lippis.

Segundo o CEO da iniciativa, Don Duet — que também é cofundador da Concourse Labs —, o projeto atual está sendo visto mais como uma questão de gerenciamento de dados e que atualmente o grupo está trabalhando na criação de um vocabulário compartilhado. Atualmente, o grupo está realizando uma série de testes para ver como os provedores de serviço poderão se conectar a esses padrões em comum.

Para outubro, o CSNF promete apresentar os resultados obtidos na forma de cenários de “antes” e “depois”. A ideia é que a estrutura em comum se torne mais estabelecida conforme as empresas trabalham em conjunto, atraindo novos nomes ao grupo de trabalho. Futuramente, o objetivo é expandir sua atuação para outras áreas além de alertas de segurança, criando novos padrões em comum com características abertas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos