Mercado fechado

GRU Airport tem queda de 89% no tráfego de passageiros em maio, diz Invepar

Raquel Brandão

Outras concessões do grupo, como rodovias e as Linhas 1, 2 e 4 do Metrô do Rio, também tiveram redução em relação a 2019 A Invepar registrou nova queda significativa no tráfego de suas concessões em maio, devido aos efeitos da pandemia da covid-19.

A GRU Airport, operadora do aeroporto de Guarulhos (SP), reportou recuo de 89% no tráfego de passageiros em relação ao mesmo mês em 2019, para 339 mil passageiros. Os voos e decolagens caíram 82%, para 3,9 mil. A carga transportada pelo aeroporto caiu 50% na mesma base de comparação, para 12,8 mil toneladas.

Houve melhora na comparação entre maio e abril deste ano. O tráfego de passageiros cresceu 5%, o número de voos e decolagens, 22%, e a carga transportada subiu 20%.

A Invepar também administra as Linhas 1, 2 e 4 do Metrô do Rio. Nas Linhas 1 e 2 a queda foi de 82% no total de passageiros na comparação entre maio deste ano e de 2019. Na Linha 4, o recuo foi de 83%.

O número de veículos pagantes caiu em todas as rodovias administradas pela Invepar, na comparação anual. As maiores quedas foram na Linha Amarela (Lamsa), de 49%, e na ViaRio, de 45%

Passageiro se protege contra o coronavírus no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo

AP Photo/Andre Penner