Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,60
    -0,11 (-0,14%)
     
  • OURO

    1.631,60
    -1,80 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    19.146,61
    +277,59 (+1,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    438,96
    +5,86 (+1,35%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.319,25
    +3,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    +0,0690 (+1,35%)
     

Greve na espanhola Iberia Express causa cancelamento de voos

A Iberia Express, filial de baixo custo da companhia aérea Iberia, cancelou neste domingo oito voos domésticos, após a convocação de uma greve de 10 dias dos tripulantes, que pedem aumento salarial devido à inflação.

O movimento teve início hoje e deve levar a “92 cancelamentos no total, com mais de 17.000 passageiros da Iberia Express afetados”, segundo fontes do sindicato USO, que convocou a mobilização.

A greve na empresa de baixo custo coincide com greves em companhias aéreas concorrentes, como EasyJet e Ryanair. Oito voos foram cancelados neste domingo, segundo um comunicado do sindicato, que deu conta de 1.500 passageiros afetados.

A Iberia Express confirmou os cancelamentos e disse que providenciou um transporte alternativo para 84% dos passageiros afetados, com o restante optando por reembolso ou voucher. Por outro lado, 12 voos da EasyJet foram cancelados neste domingo, terceiro dia da greve dos pilotos da empresa, segundo o sindicato Sepla.

Desde o começo das greves, no último dia 12, 87 voos foram cancelados. Os pilotos exigem que sejam restabelecidas as condições de trabalho que tinham antes da pandemia, e que sejam retomadas as negociações para um acordo coletivo.

Em Portugal, aeroportos importantes foram afetados por uma greve convocada pelos trabalhadores da empresa Portway responsáveis pelo manuseio das bagagens. Neste domingo, terceiro e último dia de mobilização, 69 voos foram cancelados nos aeroportos de Lisboa e Porto, segundo a Portway. Nos três dias de greve, 196 voos foram cancelados, de acordo com a empresa.

bur-hmw/bp/me/aoc/jvb/lb