Mercado fechará em 1 h 55 min
  • BOVESPA

    113.021,99
    +748,98 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.506,23
    -15,20 (-0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,63
    +0,73 (+0,94%)
     
  • OURO

    1.943,80
    +4,60 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    23.117,97
    -61,08 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    525,25
    +6,46 (+1,24%)
     
  • S&P500

    4.040,77
    +23,00 (+0,57%)
     
  • DOW JONES

    33.780,80
    +63,71 (+0,19%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.075,75
    +107,75 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    -0,0189 (-0,34%)
     

Grande Lago Salgado nos EUA pode ter apenas mais cinco anos de vida

O maior lago salgado do ocidente, o Grande Lago Salgado, localizado no estado norte-americano de Utah, corre risco de desaparecer nos próximos cinco anos. Cientistas chamam atenção das autoridades para ação imediata para impedir o colapso iminente.

Dando nome a capital do estado de Utah, Salt Lake City, e contribuindo economicamente com cerca de 2 bilhões de dólares para a região, o Grande Lago Salgado está em sérios apuros. De acordo com um relatório publicado pela Brigham Young University (BYU), para reverter o cenário, é necessário que uma quantidade enorme de água retorne ao lago anualmente.

O Grande Lago Salgado é cortado por uma ferrovia construída em 1959. A porção norte já recebe menos água e é mais salina. Estas condições fazem com que bactérias que conferem um pigmento rosa à água se proliferem (Imagem:  NASA's Marshall Space Flight Center/CC BY-NC 2.0)
O Grande Lago Salgado é cortado por uma ferrovia construída em 1959. A porção norte já recebe menos água e é mais salina. Estas condições fazem com que bactérias que conferem um pigmento rosado à água se proliferem (Imagem: NASA's Marshall Space Flight Center/CC BY-NC 2.0)

Para ser mais exato, o nível d’água em uma área de 10.000 quilômetros quadrados precisa subir 30 centímetros por ano: isso equivale a 3 bilhões de litros anualmente. O volume que chega no lago hoje é de apenas 250 milhões, cerca de 8% do necessário. Os cientistas da BYU afirmam que a população não está ciente da urgência da questão.

Os pesquisadores pedem que as autoridades locais criem um plano emergencial de recuperação da bacia hidrográfica. É necessário que o consumo de água na região caia idealmente pela metade.

O colapso do Grande Lago Salgado

O principal destino da água retirada da bacia do Grande Lago Salgado é o uso agrícola. 75% dela é aplicada na irrigação das plantações na região, sendo que grande parte deste volume nem chega até o lago, já que é retirado ainda nos rios de água doce que desaguam nele. Outros 9% da água retirada são usados na mineração.

O ecossistema do Grande Lago Salgado é importante para inúmeras espécies da fauna e da flora. Além disso, o lago controla a qualidade do ar na região, além de ajudar na regulação da temperatura e da precipitação, tanto de chuva quanto de neve, nos entornos.

Comparação de volume do Grande Lago Salgado entre 1984 e 2018 (Imagem: Benjamin J. Burger/Wikimedia Commons)
Comparação de volume do Grande Lago Salgado entre 1984 e 2018 (Imagem: Benjamin J. Burger/Wikimedia Commons)

O colapso do lago pode liberar uma série de substâncias tóxicas depositadas em seu leito, como arsênico, chumbo e cianotoxinas. Um evento como esse na Califórnia levou ao aumento da incidência de asma e doenças cardiovasculares na população do entorno. A poeira liberada também pode danificar plantações e acelerar o derretimento da neve nas montanhas ao redor.

Há esperanças?

Para os especialistas, “reverter o colapso do sistema do Grande Lago Salgado é talvez o maior desafio enfrentado na história do estado.” Um sinal de otimismo é o fato de que os cidadãos de Utah já foram capazes de reverter uma situação semelhante na década de 1930, quando o lago que leva o nome do estado quase secou.

Na época, foram feitas mudanças na infraestrutura e na política de uso de água na região. O Lago Utah, porém, é de água doce e muito menor que o Grande Lago Salgado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: