Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    59.888,97
    +84,84 (+0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    -18,50 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

Grande feira de videogames E3 será realizada em junho de forma gratuita e virtual

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Fãs jogam durante a E3 2019 no Centro de Convenções de Los Angeles, em 12 de junho de 2019

A principal feira de videogames do mundo retornará em junho como um evento virtual e gratuito, após o cancelamento do encontro anual no ano passado devido à pandemia.

A Electronic Entertainment Expo (E3) será realizada exclusivamente pela internet de 12 a 15 de junho, anunciou nesta terça-feira (6) a Entertainment Software Association, a associação comercial da indústria de videogames dos Estados Unidos.

O evento costumava lotar o Centro de Convenções de Los Angeles com fãs fantasiados de personagens, recriações de cenas de jogos e oportunidades de experimentar títulos que estavam prestes a chegar ao mercado.

"Por mais de duas décadas, a E3 tem sido o principal local para mostrar o melhor que a indústria de videogames tem a oferecer", afirmou o diretor executivo da organização, Stanley Pierre-Louis, em um comunicado.

"Estamos transformando a E3 deste ano em um evento mais inclusivo, mas seguiremos nos esforçando para emocionar os fãs com grandes revelações e chances de informação privilegiada que tornam este evento o palco central indispensável para os videogames", acrescentou.

A lista de empresas que já se inscreveram para participar da E3 deste ano inclui a Nintendo, a Microsoft e a grande empresa francesa de jogos Ubisoft.

A Sony, porém, ainda não confirmou presença. Seu popular console PlayStation compete com o Switch da Nintendo e o Xbox da Microsoft.

A E3 sempre foi uma vitrine para novos títulos de videogames, tendências e hardware, atraindo pessoas do mundo inteiro. Durante muito tempo, o evento ficou restrito a membros da indústria, mas nos últimos anos abriu partes da feira aos fãs.

gc/rl/gma/rs/ic