Graça visita plataforma no pré-sal da Bacia de Campos

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, visita na manhã desta terça-feira, junto com jornalistas, a plataforma flutuante (FPSO) Cidade de Anchieta, considerada pela companhia um importante passo no aumento da produção do pré-sal. Hoje, o pré-sal responde por cerca de 5% da produção da companhia.

A visita faz parte das solenidades de início de produção do pré-sal do campo de Baleia Azul. Apesar do evento marcado para hoje, o FPSO iniciou de fato atividades em 10 de setembro. O pico de produção - 100 mil barris de petróleo e 3,5 milhões m³ de gás por dia - é esperado para fevereiro.

A plataforma está localizada a 80 quilômetros da costa do Espírito Santo da Bacia de Campos. A unidade flutuante, que produz, armazena e exporta óleo e gás, destina-se à produção da camada pré-sal dos campos de Baleia Azul, Jubarte e Pirambu, no complexo Parque das Baleias, nos quais a Petrobras detém 100% de participação.

A produção inicial do primeiro poço (7-BAZ-02-ESS) foi estimada em 20 mil barris por dia (bpd). A previsão é que, até fevereiro, outros nove poços (seis produtores e três injetores de água) estejam interligados à plataforma.

Segundo a Petrobras, o FPSO escoará o gás produzido pelo Gasoduto Sul-Norte Capixaba até a Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas, no litoral capixaba.

À tarde, após a visita à plataforma, haverá solenidade no prédio administrativo da Petrobras em Vitória, com a participação do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

Carregando...