Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.731,06
    -424,62 (-0,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,61%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,96 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1975
    +0,0127 (+0,21%)
     

Grêmio deseja o empréstimo de Borja; veja as condições e valores impostos pelo Palmeiras

·2 minuto de leitura


O Palmeiras foi procurado pelo Grêmio para negociar a contratação por empréstimo do atacante colombiano Miguel Borja. A informação foi inicialmente publicada pela ESPN.

Flamengo bate o martelo sobre Rodrigo Muniz, desfecho da novela São Paulo e Benedetto, Borja desperta interesse… O Dia do Mercado

Conforme disse Anderson Barros publicamente nos últimos dias, o Verdão deseja negociar o atacante e está aberto a ouvir propostas. As condições impostas ao clube gaúcho envolvem uma compensação financeira pelo empréstimo, a liberação imediata do atleta caso o Alviverde receba uma proposta vantajosa do exterior, o pagamento integral dos salários pelo Grêmio e a renovação do contrato de Borja com o Palmeiras pelo mesmo período do empréstimo.

Segundo o 'ge', a proposta gremista é de cerca de R$ 6 milhões para contar com o jogador até o final do ano que vem. Desta forma, Borja teria de renovar com o Verdão por mais 18 meses. Os gaúchos também estão dispostos a aceitar os outros termos do negócio, assumindo integralmente o salário do atacante, que gira na casa dos R$ 600 mil mensais.

Veja a tabela completa do Brasileirão

O atual contrato do centroavante colombiano com o Palmeiras vai até o fim de 2022, e o Verdão tem o direito de renovar unilateralmente por mais um ano. Caso ele aceite prolongar o vínculo com o clube alviverde por mais um ano e meio, o negócio pode sair.

Borja voltou ao Verdão depois de 18 meses emprestado ao Junior Barranquilla, da Colômbia. Por lá, recuperou a boa fase e marcou 34 gols em 58 partidas. O colombiano chegou ao Palmeiras em 2017 como a maior contratação da história do clube, mas nunca conseguiu corresponder às expectativas. Ele soma 109 jogos e 35 gols pelo Alviverde.

A reportagem do LANCE!/NOSSO PALESTRA soube que o jogador já foi informado por seu estafe sobre sondagens de clubes da Turquia, Itália, Espanha e Argentina. No entanto, até o presente momento, as situações não chegaram a evoluir para propostas oficiais.

Borja se reapresentou na Academia de Futebol na última segunda-feira (26) e, se permanecer, poderá ser utilizado por Abel Ferreira a partir do dia 1 de agosto.

Recentemente, a pedido do técnico Luiz Felipe Scolari, o Grêmio também sondou Luiz Adriano, mas não chegou a um acordo com o Palmeiras pelo camisa 10.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos